quinta-feira, 11 de maio de 2017

PROFESSORES DE GARANHUNS AFIRMAM QUE IZAIAS DESCUMPRIU ACORDO FEITO COM ELES

Foto: Cinthya Lopes

Os Professores da Rede Municipal de Ensino denunciaram, segundo eles uma traição da Prefeitura de Garanhuns com a categoria. Eles afirmam que o prefeito Izaías Régis foi à uma rádio daqui do município, na semana passada anunciar que daria o reajuste de maneira linear, ou seja, o mesmo percentual para todos os níveis, mas de acordo com o Sindicato dos Professores (Sinpro) o projeto que chegou a Câmara Municipal contempla com os 7,64% apenas os níveis iniciais e não todos os docentes.

A votação desse projeto, que teria acontecido na última quarta-feira (10), foi adiada, pois alguns professores realizaram um ato de protesto na Câmara Municipal de Garanhuns com o objetivo de evitar que os vereadores votassem a proposta da maneira que estava.

De acordo com George, um dos diretores do Sindicato o projeto que chegou à Casa Raimundo de Moraes não só descumpriu o acordo, de implantar os 7,64% para todas as categorias, como ainda traz outras proposições que retiram direitos da categoria. Pelo projeto, ainda segundo George, o reajuste para o segundo nível ficou em menos de 2%.


No projeto consta ainda que o retroativo será apenas para os níveis iniciais. Os professores das outras classes só receberão o retroativo em abril e não em janeiro como consta a lei. Outro absurdo, segundo os professores, é que no projeto tem um item que pede que alguns aposentados devolvam um dinheiro que, de acordo a prefeitura, eles teriam recebido indevidamente. Uma mudança no sistema de hora aula para hora relógio também é alvo de indignação por parte dos docentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário