segunda-feira, 15 de maio de 2017

NÚMERO DE PICADAS DE ESCORPIÃO AUMENTA EM PERNAMBUCO

Foto: Youtube
Até o momento, o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE) registrou 1.500 casos nos atendimentos por intoxicação e acidentes com animais. Desse total, lideram o ranking as ligações após picadas de escorpião, com 696 casos. O número é maior do que o registrado em 2016, também considerando os cinco primeiros meses do ano, quando foram registrados 469 casos. Em todo o ano de 2016, o Ceatox-PE computou 1.179 atendimentos por picada de escorpião. Em 2015, foram 740.

Normalmente escondidos em redes de esgoto e entulho, os escorpiões migram para casas e quintais no período das chuvas. Por isso, é importante intensificar os cuidados para evitar ataques. A população deve estar atenta para evitar entulhos e lixos perto de casa, tapar buracos e frestas existentes nas residências, limpar constantemente ralos de banheiros e cozinhas, além de evitar a presença de baratas, inseto preferido na cadeia alimentar do escorpião. São medidas que podem evitar o surgimento e ataques de escorpiões.


Para os devidos cuidados, o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco possui uma equipe multiprofissional atuando 24 horas por dia para prestar assistência rápida, por telefone, à sociedade e aos profissionais de saúde. Pelo número 0800 7226001, é possível tirar dúvidas sobre casos de intoxicações e acidentes com animais peçonhentos. A equipe do local ainda faz o acompanhamento posterior dos casos

Nenhum comentário:

Postar um comentário