sexta-feira, 19 de maio de 2017

JORNALISTA DO ESTADÃO DIZ QUE OS IRMÃOS DA JBS VÃO IMPLODIR LULA,DILMA,RENAN CALHEIROS E JOSÉ SERRA



Lula, Dilma,Calheiros e Serra

Depois das graves denúncias feitas pelos irmãos friboi que balançaram o governo Temer, levaram duas pessoas para prisão, irmã e primo do senador Aécio Neves e pode trazer ainda consequências avassaladoras para o senador mineiro e outras figuras públicas.Agora a expectativa é o que virá dos irmãos empresários, que em delação premiada, dizem que tem muito mais a contar.

Indo numa corrente contrária a outros delatores que ficaram só no campo do disse-me-disse, os donos da JBS já se preparam para colocar  o ex-presidente Lula, o senador Renan Calheiros, o ex-chanceler José Serra e até a ex-presidente Dilma,em suas delações com provas fartas, segundo o Estadão. A conhecida jornalista Eliane Castanhêde disse ontem em sua coluna que a JBS implodirá Lula, Dilma, Renan e Serra. Segundo ela, os valores são de tirar o fôlego e surgirão nomes que até então vinham passando ilesos.

Quem teve informações sobre o material informa que os tentáculos do grupo JBS não ficam a dever nada aos da Odebrechet , mas com uma diferença : o dono e os executivos da empreiteira fizeram delação premiada depois de presos, sem chances de produzir novas provas tão contundentes. Diferentemente dos irmãos Batista, que estão há meses gravando seus interlocutores e pautando os monitoramentos da Policia Federal

Ainda segundo ela, isso trará devastação ainda maior  no mundo político e arrasta para o fundo do poço não apenas o presidente Temer e Aécio Neves, mas figuras como Lula, Dilma, Serra e Renan Calheiros.Eliane castanhêde encerrou sua coluna de ontem, dizendo que esta sexta-feira(19) será mais um dia para nunca ser esquecido na história. Portanto o dia de hoje, poderá ser mais um dia tumultuado no já podre mundo politico e que deixa o país na expectativa do que virá nas novas denúncias dos irmão friboi.

REVISTA ÉPOCA

Outra informação dessa vez, vindo da revista Época dessa quinta-feira também está deixando apreensivo os ex-presidentes Lula e Dilma e toda cúpula do PT. Segundo a matéria : a JBS depositou cerca de R$300 milhões em propina devida ao PT numa conta secreta controlada por Joesley Batista na Suíça, cuja empresa de fachada, titular oficial da conta , era sediada no Panamá. Era uma conta corrente de propina dividida nas planilhas da JBS, entre Lula e Dilma. As informações foram encaminhadas por Joesley á Procuradoria-Geral da República. Segundo  disse Joesley , o dinheiro era sacado no Brasil,em nome de Lula, e por ordem de Lula, ás vezes por meio de Guido Mantega - e também em campanhas do PT em 2010 e 2014 .Os recursos eram entregues em especie, depositados em contas de laranjas indicados pelo partido e pelo ex-presidente, e também transferidos oficialmente para contas de campanhas.parte expressiva desse bolo foi usado para comparar apoio de pequenos partidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário