terça-feira, 30 de maio de 2017

EM NOITE FESTIVA NA ALEPE, MAGNO MARTINS LANÇA SUA QUINTA OBRA LITERÁRIA


Mais um filho que nasce... É mais ou menos assim o sentimento de um autor que "dá a luz" a uma nova obra. 

E não foi diferente disso o sentimento do jornalista e blogueiro Magno Martins ao lançar na ALEPE na noite de ontem, cercado de amigos, admiradores e muitos - muitos mesmo - políticos das mais diversas legendas o seu novo livro intitulado  "Histórias de repórter".

O trabalho, que é o quinto nos 37 anos de jornalismo de Magno, traz um apanhado de experiências do autor que teve em Brasília as maiores experiências profissionais da sua proveitosa  carreira.

Nas palavras de Magno, "Aprendi que Jornalismo é um ofício que diverte o espírito e aguça o discernimento intelectual. E por isso mesmo, escrever, para mim, não é necessariamente um trabalho, mas uma distração prazerosa. Os repórteres se dividem em três categorias: o que escreve o que viu; o interpretativo, e o que viu e o que ele acha que isso significa. Estou incluído no primeiro grupo. Em Brasília, vi Tancredo virar mártir, José Sarney fazer a transição, Collor sofrer impeachment, Itamar Franco reinventar o Fusquinha, o nascedouro do Plano Real, o PT e Lula chegarem ao poder."

Magno também é o criador e mantenedor do 'Blog do Magno', temido e respeitado pelos 'colunáveis', políticos que veem no espaço uma grande oportunidade de ter os holofotes dos leitores voltados para sí. É claro que nem sempre a nota publicada traz as melhores referencias ao político, o que causa também a insatisfação de alguns com o jornalista.
Mas esse é, ao final, o papel primordial de quem escolhe a seara de reportar os fatos com a maior fidelidade possível. Mesmo quando desagrada.

No dia 07 de junho próximo, o livro será lançado em Brasília e na sequencia, na terra do jornalista, Afogados da Ingazeira, Sertão pernambucano. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário