quinta-feira, 25 de maio de 2017

DISCUSSÃO ENTRE DEPUTADOS FAZ COM QUE AUDIÊNCIA SOBRE VIOLÊNCIA EM PE SEJA CANCELADA

Foto e Texto: G1

Uma discussão entre representantes das bancadas governista e de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quinta-feira (25), provocou a suspensão de uma audiência pública convocada para discutir o "Pacto Pela Vida". O programa de combate à criminalidade em Pernambuco foi criado há 10 anos e vem sendo alvo de críticas. Este ano, o estado registra uma média de mais de 17 assassinatos por dia. A Secretaria de Defesa Social (SDS) também contabiliza uma média de 14 crimes violentos contra o patrimônio a cada hora.

A audiência tinha como tema “Pacto Pela Vida e o aumento da criminalidade". O encontro estava marcado para começar às 10h, no plenário da Alepe, na área central do Recife. Durante 45 minutos de sessão, no entanto, em vez de apresentar dados e debater os problemas relacionados à criminalidade, deputados passaram a discutir a formação da mesa que comandaria os trabalhos.

Tudo começou quando a Presidência da Alepe determinou a formação da mesa organizadora da audiência. O presidente do Legislativo, deputado Guilherme Uchoa (PDT), chamou três secretários de estado (Planejamento e Gestão, Defesa Social e Justiça) e os comandantes das Polícia Civil e Militar.


O encontro havia sido convocado a pedido do Fórum Popular de Segurança e homologado pela bancada de oposição. Entretanto, nenhum representante da sociedade civil teve a oportunidade de participar do grupo que presidiaria as discussões, por determinação da presidente da Alepe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário