domingo, 9 de abril de 2017

JOÃO LYRA NETO ATACA: “FALTAM LIDERANÇA E HABILIDADE A PAULO CÂMARA.”

O ex-governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSDB), fez pesadas críticas ao modelo da administração do atual chefe do Executivo do Estado, Paulo Câmara (PSB). O tucano foi o entrevistado do Audiência Marcada na noite da última sexta-feira, programa radiofônico sob o comando do comunicador Ednaldo Santos, na Rádio Jornal Recife. 

“Não concordo com a maneira de gerenciar de Paulo Câmara. Ele tem deficiência na política e na gestão. É deficiente de liderança. A minha posição é de oposição”, afirmou. Ele defende que o PSDB em Pernambuco tem de ser oposição ao governador.

João Lyra disse que Câmara está bem aquém do que se propôs a fazer. “Não cumpriu nem 30% do que prometeu”, disparou. O atual tucano, que foi vice do governador Eduardo Campos (PSB), decidiu deixar o PSB porque não comungava mais do mesmo pensamento da legenda. “Houve uma deslealdade de quem sucedeu Eduardo Campos. Eu não recebi um telefonema do PSB. Eu fui absolutamente desconsiderado”, revelou.


O político, que também é o pai da atual prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, fez algumas observações sobre a falência do Pacto pela Vida. Segundo ele, o projeto não avançou por falta de inovação, renovação e liderança. “O pacto está praticamente destruído. Eu defendo um trabalho integrado com a participação do Judiciário, do Ministério Público e das polícias. A solução atingiu um grau que não pode ter uma solução convencional”, apontou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário