sábado, 18 de março de 2017

IGREJA PRESBITERIANA CENTRAL DE GARANHUNS CELEBRA 117 ANOS

Com a presença de diversos membros além de visitantes de várias igrejas da região e sob a titularidade do Pastor José Hugo, foi celebrado na noite desse sábado (18/03), um Culto especial de Aniversário da Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns.  A referida organização cristã completou 117 anos de existëncia em Garanhuns e foi testemunha dos principais acontecimentos dessas quase 12 décadas no município. A pregação da celebração, ficou a cargo do Pastor convidado, Rev. Clébison Santos, da Igreja Presbiteriana de Águas Belas (PE).

Pr. Edjair , Pr. José Hugo e pregador da noite, Pr. Clébison Santos
HISTÓRIA

Em pesquisas na net,  encontramos uma matéria veiculada pela Sra, Rosilda, no seu blog  http://terradomagano.blogspot.com/2010/05/igreja-presbiteriana-central-de.html  
valiosíssimos e históricos fragmentos da história da  Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns. Republicamos pois nesse espaço, nas comemorações dos 113 anos, esse trecho tão importante dessa história.


A Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns, foi idealizada pelo missionário  e médico norte americano George William Butler .  William Butler era natural  da Georgia/USA, casado com Humphrey Butler, estudou medicina em Baltimore- USA e chegou ao Brasil em 1883. Em 1894, Butler passou a morar em Garanhuns, onde trabalhava como missionário presbiteriano e como médico, já que nessa época houve uma epidemia de febre amarela na cidade. 

Em 1895 ele fundou a Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns. Neste ano, em Garanhuns, foram batizados os primeiros conversos protestantes presbiterianos. 
Um deles foi o reverendo Jerônimo Gueiros, que na época tinha 15 anos, e que  se tornou  figura importante para história de Garanhuns como educador e como jornalista.

Alem da igreja presbiteriana Central, Butler fundou em Garanhuns, em 1899, uma escola paroquial  que é a gênese do  Colégio Presbiteriano XV de Novembro (1908), e um seminário para  treinamento  de pastores , também em 1899. Durante vinte anos o seminário funcionou em Garanhuns mas em 1921 foi transferido para Recife, onde está até hoje o Seminário Presbiteriano do Norte. George Butler  faleceu em Canhotinho/PE,  em 27 de maio de 1919.
A igreja Presbiteriana Central  de Garanhuns  foi oficialmente organizada  em 22 de Janeiro de 1900.   
Seu primeiro pastor foi o Rev. Martinho de Oliveira, que veio para Garanhuns a fim de substituir o Missionário George Butler que estava de mudança para a cidade de Canhotinho/PE.  Martinho de Oliveira nasceu em Recife em 15.01.1870. Foi ordenado pastor em João Pessoa , em 21 de Julho de 1896.

Em Garanhuns, ele construiu o primeiro templo da Igreja Presbiteriana  e deu continuidade ao trabalho de formação do Colégio XV de Novembro e do Seminário Presbiteriano do Norte. Seu Ministério foi curto.  Martinho de Oliveira morreu em Garanhuns no dia 28 de julho de 1903. Em setembro de 1941, os ossos de Martinho de Oliveira foram transladados para a base do púlpito do novo templo da Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns. A Igreja Presbiteriana Central, as oficinas do Jornal o “Norte Evangélico” - periódico presbiteriano dirigido pelo Reverendo Jerônimo Gueiros desde 1909, o Colégio XV de Novembro,  o Seminário Presbiteriano, e ainda, a presença dos missionários norte americanos fizeram de Garanhuns um importante centro de irradiação do presbiterianismo.

Garanhuns passou a ser conhecida como a Antioquia do Presbiterianismo no Norte, uma alusão à  igreja de Antioquia da Síria, a primeira igreja, segundo a Bíblia, que preparou e enviou missionários ( Paulo e Barnabé) para pregar o evangelho em outras terras. 
É importante salientar o trabalho missionário do reverendo Antonio de Carvalho Silva Gueiros que pastoreou a igreja durante  quarenta anos (  1911 a 1951). Reverendo Antonio Gueiros fundou, em Pernambuco,  as igrejas presbiterianas de Águas Belas, Bom Conselho, Salobro, São Bento do Una, Cachoeirinha, Lajedo, Palmerina,Inhumas, Cachoeira Dantas, Catonho, Fama, Neves, Geleso, Itacatu, Quipapá e Palmares. Além das igrejas de Pão de Açucar, Mata Grande, Palmeira dos Índios e Quebrangulo  em Alagoas. Por seu trabalho missionário mereceu ser chamado pela  Academia Pernambucana de Letras de " O Desbravador Evangélico do Sertão". Antonio Gueiros faleceu em 18 de fevereiro de 1951 aos oitenta anos de idade. 

PASTORES: (esta lista está incompleta e não está ordenada, se quiser contribuir 
com nosso blog envie-nos fotos e os nomes que estão faltando ) 

Rev. Martinho Oliveira (1900 a 1903)
William W Thompson 
Jerônimo Gueiros 
Antonio Gueiros 
João Campos de Oliveira
Henrique de Lima Guedes
Enéas Lins dos Anjos
Nivaldo Felipe
Carlos Porto
Hamilton Rodrigues
Luiz Augusto  
Lindenberg Clemente
Inaldo Cordeiro Peixoto
Pastor José Hugo (Desde Janeiro/2017, até os dias atuais)

COMPOSIÇÃO ATUAL
Pastor: José Hugo 
Presbíteros: Antonio Galdino, Alexandre Monteiro, Alexandre Alves, Miguel Teixeira, Ivaldo Pinto e Eduardo Barbosa.  
Diáconos: Luiz Vilela, Maeli Pimentel, Izaque Santos, Valdenir Bento, José Amâncio e José Vandeval.
Veja imagens de alguns  dos pastores que passaram pela IPCG,  clicando aqui: http://terradomagano.blogspot.com.br/2010/05/igreja-presbiteriana-central-de.html 
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
BIBLIOGRAFIA: 
 CORTEZ, Natanael- Os Dois Tributos: A Cesar, A Deus; jubileu ministerial, 1915-18
de janeiro-1965- Livraria e Gráfica Ediprés-
MATOS, Alderi Souza Os pioneiros Presbiterianos do Brasil-Os pioneiros presbiterianos
do Brasil, 1859-1900: missionários, pastores e leigos do século XIX; Editora Cultura
Cristã: 2004;
CAVALCANTI, Alfredo Leite- História de Garanhuns, 2a edição- Biblioteca
Pernambucana de História Municipal, 1997

Nenhum comentário:

Postar um comentário