domingo, 13 de março de 2016

DELAÇÃO DA ANDRADE GUTIERREZ APROFUNDA CRISE NO GOVERNO DILMA

A situação do governo Dilma, não é nada confortável. E com o acordo de delação premiada da construtora Andrade Gutierrez revelado pela imprensa, que fez doações legais para campanhas do PT em 2014 como pagamento de comissões de contratos firmados com empresas estatais, a situação piora um pouco mais.
Segundo apuração da  "Folha", a segunda maior empreiteira do país contou ao Ministério Público que ganhava contratos na Petrobras e Eletronuclear e, em troca, pagava comissões ao PT na forma de doações legais.
Os recursos, segundo os depoimentos feitos por executivos da Andrade na delação, eram repassados para o tesoureiro do PT João Vacari, que nega ter recebido este tipo de recursos. Ele está preso pela Operação Lava Jato.
Como reportagem da Folha revelou, a Andrade Gutierrez já havia informado na delação que, no caso da campanha de 2010, bancou pagamentos de fornecedores da eleição da presidente Dilma Rousseff. Um exemplo foi a agência Pepper, que recebeu R$ 6,1 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário