quarta-feira, 30 de setembro de 2015

EXCLUSIVO: AUSÊNCIA EM AUDIÊNCIA LEVA EX PREFEITA DE BEZERROS PARA CADEIA

Ex Prefeita está à disposição da Justiça Federal.
Fotos: Divulgação/Policia Federal
A ex-prefeita do município de Bezerros, Elizabeth Maria Silva de Lima, mais conhecida como Bete de Dael, de 53 anos, foi presa, na tarde de ontem, pela Polícia Federal. A prefeita, segundo a polícia, teria faltado a audiências que tinha se comprometido a comparecer bem como testemunhas afirmam que foram pressionadas a mudar o depoimento que haviam prestado na época de sua prisão.

Após exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Caruaru (IML), a prefeita foi conduzida para a Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no Recife, onde está à disposição da Justiça Federal. A ex-prefeita e o marido José Valdiel são suspeitos de crime eleitoral. Os dois são acusados de doarem cestas básicas e dinheiro a eleitores em troca de votos. Segundo as investigações, os dois teriam listas com os eleitores agraciados com as doações contendo os respectivos números dos títulos de eleitor. A prática é considerada crime eleitoral por compra de votos.

Em julho de 2012, a Polícia Federal, atendendo a um pedido do Ministério Público, solicitou buscas na residência da ex-prefeita com o objetivo de colher provas e indícios da prática criminosa. Na época, foram apreendidas duas cestas básicas que estavam com populares nas imediações da casa da ex-prefeita. Também foram localizados papéis assinados autorizando a entregas de novas cestas, além de um revólver e dois papagaios (de criação clandestina).
Na ocasião, além do casal, mais 12 pessoas foram levadas à sede da PF, em Caruaru, para prestar esclarecimentos, mas foram liberados após pagamento de 30 salários mínimos (R$ 18.660) de fiança cada um perfazendo um total de R$ 37.320,00 e ficaram respondendo ao inquérito em liberdade. A ex-prefeita, na ocasião, negou que estivesse comprando votos, informando que faz atendimento público em sua casa há muitos anos e que a ajuda que dá aos eleitores é com recursos próprios. 
Com informações do Diário de Pernambuco