.

.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

GESTÃO DE SAIAS, BATOM E LIDERANÇA POLÍTICA NO AGRESTE PERNAMBUCANO – Parte I

Em um momento no qual se discute uma maior participação do sexo feminino na política brasileira, que teve inclusive Proposta de Emenda à Constituição (PEC) aprovada em primeiro turno no  plenário do Senado no último mês de Agosto, que visa  estabelecer cotas para mulheres nas eleições para deputado federal, estadual e vereador, o Agreste Pernambucano já mostra um avanço expressivo na representatividade que teve como precursora, Luíza Alzira Soriano Teixeira, a primeira prefeita eleita no Brasil e na América Latina. Alzira Tomou posse no cargo em 1º de janeiro de 1929. Viúva, Alzira Soriano disputou em 1928, aos 32 anos, as eleições para a prefeitura de Lajes, cidade do interior do Rio Grande do Norte, pelo Partido Republicano e venceu com 60% dos votos, quando as mulheres nem sequer podiam votar.

Vindo para a nossa região, em Capoeiras, município do Agreste Pernambucano, atualmente com cerca de 20 mil habitantes, a Prefeita Lucineide Almeida da Silva, ou melhor, Neide Reino (PSB),  viu as conversas políticas se misturarem com as brincadeiras da sua infância alegre no Povoado Maniçoba,  onde nasceu e viveu boa parte da sua vida. Seu pai, Manoel Reino,  foi atuante vereador e prefeito do município e faleceu em 11 de agosto de 1998. Brincadeiras à parte, a adolescente Neide se divertia mesmo era acompanhando os festivos comícios, ouvindo os calorosos discursos e não por coincidência nesse ambiente “politizado”, namorou com o  jovem Maurílio Rodolfo, o ‘Nenen’, que mais tarde veio a ser além do seu marido, também gestor municipal de Capoeiras.

Eleita com poucos recursos financeiros em 2012, Neide Reino desbancou o franco favorito para a reeleição, o ex prefeito Claudino de Souza (PR) um bem sucedido empresário conhecido como ‘Dudu’ e a partir daí, a gestora vem se destacando na administração, acumulando o cargo com a vice presidência da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional – CODEAM, uma entidade que congrega prefeitos do Agreste pernambucano e parte do Sertão.
Com um afinado discurso, boa desenvoltura com o poder legislativo local e com a imprensa regional e apoio popular,  Neide Reino conquistou logo a simpatia do ex governador Eduardo Campos (in memorian), e por conseguinte também a do atual executivo estadual, Paulo Câmara (PSB), que sempre faz questão de colocar Capoeiras na sua agenda de visitas à região.

Administrando pela primeira vez, Neide foi responsável, logo no início do mandato, por uma austeridade que chamou a atenção até dos correligionários, com cortes no funcionalismo e ajustes na máquina administrativa, medidas nada populares à época, mas que hoje dentro do grave quadro de crise vivido pelos municípios a fizeram se destacar positivamente como uma gestora equilibrada e visionária.

Se topar concorrer à reeleição, certamente, a Prefeita Neide Reino será um páreo duro para seus adversários nas eleições municipais em 2016 em Capoeiras.