quarta-feira, 16 de setembro de 2015

TERREMOTO DE MAGNITUDE 8,3 ATINGE O CHILE; TREMOR É SENTIDO NO BRASIL, RELATAM INTERNAUTAS

Imagens da destruição em shopping na cidade de La Serena, no litoral do 
Chile, atingido pelo terremoto de magnitude 8,3 
Reprodução/Twitter/@RodrigoVilchesM
Um terremoto de magnitude 8,3 atingiu o Chile, próximo a região de Valparaíso, na noite desta quarta-feira (16) sacudindo prédios e fazendo as pessoas buscarem refúgio nas ruas, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos. O epicentro do tremor foi a cerca de 55 km a oeste de Illapel. Ele ocorreu por volta de 19h54 e teve uma profundidade de 33 km. O Centro de Alertas de Tsunamis do Pacífico emitiu alerta de possível tsunami no litoral de Chile, Peru, Equador e Havaí (EUA). "Baseado em todos os dados, um tsunami pode ter sido gerado com o terremoto, e pode causar a destruição em regiões litorâneas distantes do epicentro", explicou o órgão.                                                                            
O prefeito de Illapel disse que pelo menos uma pessoa morreu e cerca de 15 ficaram feridas na região. "Uma mulher de 25 a 30 anos que morreu com o impacto de um reboco na cabeça seria a primeira vítima fatal reportada na província", disse o prefeito Patricio Trigo. A Prefeitura de Maipú também confirmou que um homem de 86 anos morreu vítima de infarto.                                                                                                                                  
A Companhia de Bombeiros de Concepción relatou que a região de Coquimbo já tem ondas de 6 metros, em Valparaíso, elas chegam a 3 metros e em Concepción, as ondas alcançam de 0,3 a 0,7 metro.                                                                                                    
Diversas fortes réplicas, de magnitude maior que 6, foram sentidas minutos depois do primeiro tremor.  O ministro do Interior, Jorge Burgos, disse que o governo decretou que diante do terremoto "é indispensável a evacuação preventiva em toda a costa do país". "Preliminarmente, não foram reportados danos a pessoas, alteração de serviços básicos ou infraestrutura em virtude deste sismo", indicou um informe do Onemi (Escritório Nacional de Emergência).

FORTE TERREMOTO ATINGE O CHILE. ALERTA DE TSUNAMI É DECLARADO.

Um forte terremoto ocorreu nesta quarta-feira (16) ao norte de Santiago, perto de Coquimbo, no Chile.                       Segundo o jornal 'El Mercurio', a magnitude preliminar do tremor é 8.3. Um alerta de tsunami foi emitido pelas autoridades para toda a região costeira.
Houve pelo menos duas réplicas. A polícia chilena alertou a população a manter a calma diante de novas possíveis réplicas.     As autoridades locais determinaram a evacuação das áreas litorâneas, enquanto imagens de televisão mostravam sirenes de alerta ativadas.
Não houve relato imediato sobre feridos, danos à infraestrutura ou interrupções em serviços básicos, segundo o Escritório Nacional de Emergência do Chile.                                                                                   
"Estamos em uma fase de coletar informação, as pessoas estão assustadas, mas esperamos que as coisas voltem à normalidade", disse o ministro do Desenvolvimento Social, Marcos Barraza, a jornalistas.                                                                                       
O transporte público funcionava normalmente em Santiago, informaram veículos de imprensa locais, que também informaram sobre cortes de energia elétrica em algumas regiões da capital. Testemunhas da agência  Reuters disseram que o movimento foi sentido inclusive na capital da Argentina.                                                                                                                                           De acordo com o Centro Nacional de Sismologia da Universidad de Chile, o sismo foi sentido às 19h54, com epicentro localizado 36 quilômetros ao oeste da cidade de Canela e a 11 quilômetros de profundidade. O epicentro do tremor fica no mar, a 243 km de Santiago e a pouco mais de 10 km da costa.

STF PEDE QUE MP ANALISE PEDIDO DA PF PARA OUVIR LULA

E a situação gerada pelo esquema de corrupção investigado na Petrobrás, dentro da operação "Lava  que Jato" que já está muito complicada principalmente para integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT), está chegando perto de alcançar seu líder e estrela maior.

Dessa vez, o Supremo Tribunal Federal (STF) solicitou um parecer do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre o relatório da Polícia Federal que afirma que o ex-presidente pode ter sido beneficiado pelo esquema de corrupção da Petrobras.

O ex dirigente petista vem negando qualquer conhecimento com os “mal feitos” na estatal.


As informações são do jornal O Globo.