quarta-feira, 13 de maio de 2015

PRISCILA KRAUSE QUESTIONA REDUÇÃO NOS INVESTIMENTOS DE ENFRENTAMENTO À SECA

O corte promovido pelo Governo do Estado no orçamento destinado ao enfrentamento à seca foi questionado pela deputada Priscila Krause (DEM), em Reunião Plenária na ALEPE. De acordo com a parlamentar, apenas neste ano, o Executivo publicou cinco decretos que transferiram, para outras rubricas, créditos que seriam destinados ao programa de Ampliação do Acesso à Água para Famílias do Meio Rural, do Instituto de Pesquisa Agropecuária (IPA). No total, o corte seria de R$ 3,395 milhões de um montante de R$ 15 milhões que o Tesouro Estadual destinaria para a ação em 2015, o que corresponde a uma redução de 23%.

A parlamentar concedeu entrevista ao Programa "Falando com o Agreste" e deu detalhes sobre esse assunto. 

Clique no player abaixo e ouça a entrevista na integra:


PARLAMENTAR NÃO ESCAPA DA VIOLÊNCIA EM SÃO JOÃO: VEREADOR É ASSASSINADO

Imagem: Blog do Carlos Eugênio
Os já altos índices de violência no Agreste pernambucano continuam sendo alimentados com mais ocorrências. Dessa vez, um homicídio foi registrado no início da noite de ontem , terça feira (12) no municipio de São João, aqui no Agreste Meridional. A vítima , de 44 anos, foi o vereador local Reginaldo Falcão da Silva (PRTB), conhecido como "Galo". 
De acordo com testemunhas, o edil  deixou a Secretaria Municipal de Educação e, quando chegava próximo à prefeitura, localizada na Rua Augusto Peixoto, foi executado com diversos tiros. A Polícia Militar informou que ao menos duas pessoas que ocupavam um veículo são as suspeitas de cometer o homicídio.
"Galo", que era filiado ao Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), possuía curso superior e tinha 44 anos. A polícia ainda não tem hipóteses precisas para o crime. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), uma certidão de 2012 indica que não havia registros de antecedentes criminais sobre ele na Justiça Federal de primeira instância. O documento, porém, não abrange Juizados Especiais Cíveis.
A população e os políticos locais, colegas de Câmara Municipal, bem como o prefeito Genaldi Zumba (PSD), aliado do parlamentar abatido, estavam atônitos e não tinham explicações para o crime.