.

.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

ARMANDO MONTEIRO E JOÃO PAULO ACIONADOS NA JUSTIÇA

Através do advogado Carlos Neves, a Frente Popular de Pernambuco interpelou judicialmente o senador Armando Monteiro (PTB) e o deputado federal João Paulo (PT) para que provem as acusações que fizeram, publicamente, de que o candidato Paulo Câmara (PSB) estaria cooptando prefeitos do PTB em troca de obras para os seus municípios.

Quem revelou num encontro do PTB que havia sido chamado ao Palácio das Princesas para aderir à Frente Popular foi o prefeito de Iati, Padre Jorge de Melo (PTB).

Ele disse que, a exemplo dos prefeitos de Gravatá, Bruno Martiniano (PTB) e de Arcoverde, Madalena Brito (PTB), que trocaram Armando Monteiro (PTB) por Paulo Câmara (PSB), também foi “tentado ao pecado”, mas não aceitou a proposta que lhe teria sido feita.

Armando e João Paulo terão 48h para apresentação de defesa a partir da data da notificação. Mas antes mesmo que isso ocorra o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), resolveu abrir o verbo.

Ele disse ao JC de hoje que se também for interpelado vai dizer na justiça que “eles (da Frente Popular) estão pagando milhões de reais para comprar os prefeitos”. E citou como exemplo o ex-prefeito de Moreilândia, João Angelim (PTB), que declarou apoio a Armando pela manhã e à tarde a Paulo Câmara, deixando-se fotografar com a mesma roupa ao lado dos dois candidatos.

Paulo Câmara, através de sua assessoria, negou qualquer tipo de cooptação e disse que os prefeitos do PTB aderiram à Frente Popular por livre e espontânea vontade.
 
(Do Blog de Inaldo Sampaio)

quinta-feira, 15 de maio de 2014

POLICIAIS PERNAMBUCAMOS VOLTAM AGORA A NOITE COM FINAL DA GREVE

Ouça nessa sexta-feira, no programa "Falando com o Agreste" pela Radio Marano FM (102,3 Mhz ou www.radiomaranofm.com.br) a cobertura da paralisação que em apenas dois dias aterrorizou o estado de Pernambuco.

domingo, 11 de maio de 2014

POLÍCIA IDENTIFICA MEMBRO DO PT QUE AMEÇOU JOAQUIM BARBOSA DE MORTE


A Polícia Federal investiga, a pedido do Supremo Tribunal Federal, ameaças de morte ao presidente da Corte, Joaquim Barbosa, em perfis de redes sociais na internet. Em um dos dois inquéritos de investigação, a PF descobriu que um dos que ameaçaram o ministro foi Sérvolo de Oliveira e Silva, secretário de organização do diretório do PT em Natal e membro da Comissão de Ética do partido no Rio Grande do Norte.
"Contra Joaquim Barbosa toda violência é permitida, porque não se trata de um ser humano, mas de um monstro e de uma aberração moral das mais pavorosas", postou o petista no perfil do Facebook com o nome de Sérvolo Aimoré-Botocudo de Oliveira, como informou a edição da revista Veja deste fim de semana. "Joaquim Barbosa deve ser morto. Ponto Final. Estou ameaçando a um monstro que é uma ameaça ao meu país. Barbosa é um monstro e como monstro deve ser tratado."

Procurada pela reportagem, a direção nacional do PT disse que não iria se manifestar sobre o tema. Sérvolo não foi localizado pelo Estado.

Depois que começou a ser investigado pela PF, ele se mudou para Foz de Iguaçu. À revista, o petista diz que fez menção ao tiro na cabeça porque se lembrou da morte do PC Farias. "A burguesia brasileira age assim. Sou do candomblé, não tenho coragem de matar ninguém", afirmou, completando que se quisesse de fato matar alguém não postaria a ameaça na internet.

No outro inquérito, também solicitado pelo Ministério Público Federal, a PF investiga quem está por trás do perfil de Brasília que convoca membros e correligionários do PT a atentar contra a vida do presidente do STF. Ameaça de morte pode render uma pena de até seis meses de prisão, de acordo com o Código Penal.

sábado, 10 de maio de 2014

DATAFOLHA CALCULA QUE EDUARDO CAMPOS TEM MAIOR POTENCIAL DE CRESCIMENTO

Matéria da Folha de São Paulo publicada neste sábado (10) traz mais dados sobre a pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nessa sexta-feira (9) e mostra que o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) é o presidenciável com a maior chance de crescimento no eleitorado. O socialista aparece com 11% das intenções de voto na pesquisa, mas 64% dos entrevistados que preferiram outros candidatos afirmaram que poderiam vir a votar nele. Há um mês, esse percentual era de 63%.
Primeira colocada na pesquisa, com 37%, a presidente Dilma Rousseff (PT) teria potencial para atrair apenas 20% dos demais eleitores. Já o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), que passou de 16% para 20% nas intenções de voto, poderia atrair 49% dos eleitores adversários.
(Com gráficos da Folha de São Paulo)

sexta-feira, 2 de maio de 2014

BEZERRA COELHO DIZ QUE ARMANDO MONTEIRO É CONTRADITÓRIO

Em entrevista ao programa “falando com o Agreste” nessa sexta feira (02), o ex ministro e pré candidato ao Senado Fernando Bezerra Coelho (PSB) rebateu as acusações do também pré candidato ao governo do Estado, Senador Armando Monteiro (PTB) de que haveria uma “cooptação de gestores” por parte do Governo do Estado para que prefeitos pernambucanos apoiassem o seu opositor Paulo Câmara (PSB).

Bezerra Coelho disse que a presença de Monteiro em Petrolina no mês passado, durante a entrega de máquinas do Governo Dilma àquele  município, mostrou que o apoio federal ficou explícito ao atual senador e que por isso, Armando não teria motivos para acusar o Governo de Pernambuco de oferecer vantagens aos prefeitos, principalmente petebistas, que estão abandonando a base de Monteiro em muitas regiões do estado.