.

.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

CORPO DO PROMOTOR ASSASSINADO É PERICIADO: FORAM 04 E NÃO 20 DISPAROS.

Do jornalista Carlos Cavalcanti, no Blog de Magno Martins:

Policiais responsáveis pela perícia no corpo do promotor Thiago Godoy, 36 anos, assassinado, hoje, em Itaíba, revelaram ao blog que foram disparados apenas quatro tiros contra a vítima e não 20, conforme alguns sites noticiaram. O disparo fatal atingiu a cabeça do promotor e um segundo o braço esquerdo. As fotos do carro em que a vítima estava foram feitas, há pouco, em frente à delegacia.

“A cabeça ficou estraçalhada”, relatou um dos peritos. Depois de periciado, o corpo foi levado para o Recife, onde será embalsamado para sepultamento no Rio de Janeiro, onde a família da vítima reside. O caso será investigado pela Delegacia Regional de Caruaru. O carro em que o promotor estava, uma Vera  Cruz placas KGI 3786, está recolhida ao pátio da delegacia de Itaíba.

A cidade de Itaíba recebeu uma grande força policial enviada pela Secretaria de Defesa Civil. Logo cedo, o procurador-geral de Justiça, Aguinaldo Fenelon, esteve na cidade de Itaíba para levantar informações sobre o crime, que abalou Itaíba e região, mas não deu entrevista. E já está de volta ao Recife, onde deve ser recebido em instantes pelo governador Eduardo Campos.

20 TIROS SILENCIAM PROMOTOR DE JUSTIÇA EM ITAÍBA

20 tiros silenciaram a voz e encerraram a vida do promotor de Justiça Thiago Faria de Godoy Magalhães, 36 anos, que atualmente trabalhava do município de Itaíba, interior de pernambuco.  O Ministério Público de Pernambuco (MMPE) confirmou na manhã de hoje, a morte do promotor. De acordo com informações, o corpo de Thiago foi encontrado na manhã desta segunda-feira com cerca de 20 perfurações a bala. O procurador geral de Justiça de Pernambuco, Aguinaldo Fenelon, está indo para o Município para acompanhar as investigações sobre o caso. Às 18 horas de hoje, Fenelon deve reunir-se com o Governador Eduardo Campos que encerrou sua agenda e colocou o caso como prioridade.

Uma matéria veiculada no site ‘diariodepernambuco.com’ na manhã de hoje, revela que o promotor Thiago estava dentro do próprio carro, no município de Itaíba, quando sofreu o atentado. A polícia informou que o homicídio teria acontecido por volta as 9h da manhã de hoje, na PE-300, quando a vítima seguia para o seu trabalho, no prédio do Tribunal Justiça de Pernambuco de Itaíba. Ainda de acordo com a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo. Depois de efetuar o primeiro disparo, os assassinos teriam bloqueado a passagem do carro da vítima, descido do carro e executado o promotor com diversos tiros, fugindo em seguida.
A noiva da vítima, Mysheva Freire Ferrão Martins, que também estava no veículo, teria conseguido pular do carro no momento do primeiro disparo. Ferida com escoriações pelo corpo, ela foi atendida na Maternidade João Vicente, em Itaíba, de onde já recebeu alta médica. 
O promotor Thiago era formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, autor de livros jurídicos e professor de cursos preparatórios para concursos. Ele tomou posse como promotor em dezembro do ano passado.