quinta-feira, 1 de agosto de 2013

SANDOVAL CADENGUE É CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL


As nuvens da política já começam a prenunciar mudanças e novidades no cenário político pernambucano para as eleições do ano que vem.
E de acordo com o blog www.brejaope.com, o ex-prefeito Sandoval Cadengue (PSB) assume que disputará nas próximas eleições um mandato para a Casa Joaquim Nabuco.

O texto declara que “Após várias tentativas em saber se concorreria no próximo ano como candidato a Deputado Estadual, Sandoval sempre se mostrava reticente, no entanto nos últimos dias tem demonstrado outra disposição, tendo inclusive já admitido essa possibilidade.” Ainda de acordo com o blogueiro, “ O que tem contribuído para esta tomada de decisão, o que parece, tem haver especialmente com as inúmeras lideranças da região como Prefeitos e ex-prefeitos, vereadores, empresários, e tantas outras lideranças, que o tem procurado hipotecando apoio ao seu nome. Sem contar é evidente com o apoio inestimável de Eduardo Campos.”
            O fato central por conta dessas adesões tem se dado pela expectativa que havia uma possibilidade de que esta região poderia ficar sem um representante naquela Casa, uma vez que o único representante existente até então era o atual Prefeito da cidade de Garanhuns, Izaías Régis, que foi Deputado por três legislaturas. Dentro dessa expectativa, os políticos, líderes regionais e correligionários que conviveram e convivem com Cadengue, conhecem suas qualidades e possibilidades, abonando a sua legítima candidatura. 

As especulações falam ainda da possibilidade de Sandoval fechar uma dobradinha com um candidato à Federal da região, que pode ser o ex prefeito de Caetés Zé da Luz (PHS) ou ainda com o jovem Claudiano Martins, atual Deputado Estadual.
Cogita-se no entanto, o nome do próprio filho do Governador Eduardo Campos, o jovem João Campos, que poderia ser o candidato a Federal ideal nessa chapa. 

Há quase oito anos, Sandoval Cadengue já havia sido candidato ao mesmo cargo na primeira eleição do Governador Eduardo Campos, por solicitação deste último. 

Cadengue conseguiu, mesmo em meio a dificuldades imensas, fortalecer o nome de Campos nesta região em um momento que o ainda  aspirante a governador  havia iniciado a campanha com pouco mais de 3% das intenções de voto e lutava contra um poderio político muito amplo e articulado. 

Sandoval conseguiu na ocasião para si, a nada desprezível marca de quase 18 mil votos.      

TADEU ALENCAR: UM NOVO INQUILINO PARA O PALÁCIO?


Foto: Daniela Nader
De forma sutil, mas respaldado pelo governo bem avaliado de Eduardo Campos, o interior pernambucano começa a assistir a ascensão do Secretário da Casa Civil do Governo de Pernambuco, Tadeu Alencar. O Secretário vem se aproximando de forma mais incisiva do eleitorado interiorano e de lideranças políticas influentes junto ao governador e prestigiadas junto à comunidade. As apostas de que Alencar venha a ser o candidato de Campos ao Governo do estado em 2014 são crescentes e apesar do Secretário não confirmar as suposições, também não as nega. Esse cearense e ex funcionário do Banco do Brasil tido pelos mais próximos como detentor de um carisma muito próximo ao do Governador Eduardo Campos, vem se destacando de forma muito evidente dentro do governo e abriu seus próprios espaços. Muitos políticos do Agreste já começam a observar a desenvoltura do Chefe da Casa Civil que aos poucos vem implantando o seu estilo bem humorado e receptivo e que vai cativando as lideranças regionais como cativou o seu chefe.

Para quem era, até alguns meses atrás, apenas o amigo do Príncipe na Capital e um ilustre desconhecido para a política interiorana, o nome de Tadeu Alencar vem se tornando um mote altamente viável ao mesmo tempo em que  o mesmo pavimenta um caminho, ao que tudo indica sem volta, para ser o próximo inquilino no Palácio do Campo das Princesas.