quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

ATENÇÃO: TRE DETERMINA A SAIDA IMEDIATA DE GENALDI ZUMBA DO CARGO DE PREFEITO DE SÃO JOÃO. PRESIDENTE DA CAMARA ASSUME AINDA HOJE

Atenção: 

Acaba de ser enviado a Câmara Municipal de São João, a decisão do TRE determinando o imediato afastamento do Prefeito daquele municipio Genaldi Zumba (PSD) e determinando ainda a imediata assunção do cargo vago, pelo presidente da Camara Municipal, Vereador Jamerson Guilherme (PR). 


A cassação do Prefeito foi realizada pelo TRE na semana passada por 4 votos a 3. O prefeito Genaldi declarou ao programa FALANDO COM O AGRESTE que apesar de respeitar a decisão do TRE irá recorrer da mesma junto ao Tribunal Superior Eleitoral em  Brasília

Um comentário:

  1. Toda situação poderá ser boa desde que saibamos dela tirar “lições”! Apesar do momento desconfortável, para nós, que apoiamos e defendemos a decisão soberana do nosso povo, por meio do voto direto, o qual elegeu Genaldi, nosso prefeito, fico feliz em perceber a qualidade dos debates/postagens/manifestações da nossa população, referente a essa situação. Digo isso por perceber a preocupação, especialmente dos nossos jovens, em defender a “DEMOCRACIA”, independente das posições partidárias. Parabéns a todos/as que, de uma forma ou de outra, têm levado a sério esse momento em nosso município e postam mensagens que nos permite refletir sobre a importância do voto livre e soberano.
    Sou das que repudiam a afirmativa em que "UM ÚNICO VOTO" (no caso, do desembargador do TRE-PE) “FEZ A DIFERENÇA NUMA POPULAÇÃO DE 14 MIL ELEITORES, (elegeu um prefeito)”, referência dada a nossa situação aqui em São João.
    IMAGINEM ADMITIRMOS QUE, UM TRIBUNAL FORMADO POR 7 (sete) JUIZES, OS QUAIS DESCONHECEM A NOSSA REALIDADE, VENHAM A DECIDIR POR NÓS, ELEITORES CONSCIENTES, QUEM ADMINISTRARÁ NOSSO MUNICÍPIO!!!
    O voto de um conselheiro do TRE pode até definir quem administrará São João. Porém, não substituirá a maioria do povo que legitimou e consagrou Genaldi, nosso prefeito. Imagino que, independente de cores e posições partidárias, não desejemos a volta do tempo da “DITADURA”, em que os prefeitos eram nomeados. Afinal, é lícito divergirmos e defendermos posições políticas, conforme aquilo em que acreditamos (ISSO É “DEMOCRACIA”!). No entanto, acredito que, acima de tudo, não devamos desconsiderar a decisão majoritária de nossa população e não acatemos que o nosso destino continue nas mãos daqueles que não têm compromisso com nossas reais necessidades e desejam perpetuarem-se no poder por se acharem no direito, apenas, pela condição familiar de mando. Isso é “hereditarismo” ou “hereditariedade”.
    Não devemos/podemos admitir que tal postura ainda se mantenha em nosso município e que alguns dos nossos “representantes” ou “pretensos representantes”, acreditem e induzam nossa população a acreditar, que só determinadas famílias, ou grupos familiares, têm o direito de nos representar, sempre.
    Pela primeira vez na história do nosso município, um candidato a prefeito, surge da classe popular, de família “não tradicional”. Não percamos isso de vista! Pois, na última eleição em São João, provamos que, como classe social menos favorecida, “povão” mesmo, qualquer um de nós é capaz, mesmo diante toda adversidade.
    Defendamos a verdadeira “DEMOCRACIA” e que possamos conhecer um pouco mais sobre as lutas históricas desse país para que pudéssemos ter e exercer o direito de escolhermos nossos representantes por meio do voto e quais foram àqueles que se propuseram e/ou até mesmo perderam suas vidas, as vidas de seus familiares, amigos, em nome desta causa, enfim... Essa luta, certamente, não foi e nem contou com a “elite” da época. Pois essa, não tinha interesse em que o “povo” fosse protagonista de seu próprio desenvolvimento.
    FICA A DICA!!!

    ResponderExcluir