terça-feira, 25 de junho de 2013

O MINISTÉRIO PÚBLICO VAI CONTINUAR NA COLA DOS CORRUPTOS! PEC 37 É REJEITADA!

Imagem: http://grajaudefato.com.br
Como sabem, o próposito desse blog é dar BOAS NOTÍCIAS.
Considero essa , uma boa notícia para quem preza a transparência.
Tirar o poder de investigação dos Ministérios Públicos, seria 'aleijar' e 'engessar' ainda mais a nossa justiça que se veria com menos subsídios para julgar com equidade as questões acerca da corrupção que infesta nossas plagas.

Parabéns aos manifestantes PACÍFICOS que levantaram a bandeira também CONTRA essa famigerada Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que seria uma atualização, uma emenda à Constituição Federal. Parabéns também aos parlamentares que com medo da voz das ruas ou mesmo da voz da própria consciência, não levaram essa aberração adiante. 
Aos corruptos e corruptores: A PROMOTORIA ESTÁ DE OLHO! 
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em sessão extraordinária, a Câmara dos Deputados acaba de rejeitar a PEC 37, que restringia o poder investigativo do Ministério Público. A derrubada da proposta é uma das principais reivindicações das manifestações que ocorrem em todo o país há duas semanas.

Inicialmente, cogitou-se o simples adiamento da votação da PEC, para que se buscasse um acordo nas negociações entre os parlamentares e representantes das categorias dos delegados de polícia" que, pelo texto da PEC, ficariam com a exclusividade das investigações criminais" e dos membros do Ministério Público. No entanto, com a ampliação dos protestos, acabou crescendo a pressão pela rejeição da proposta.

A sessão extraordinária foi marcada pela presença de promotores e estudantes nas galerias do Plenário da Câmara. Vestidos com camisetas com mensagem contrária à PEC 37, eles foram saudados pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves.
(Do Diário de Pernambuco).

3 comentários:

  1. UFA, QUE ALÍVIO!!! O PLACAR MOSTRA, DE NOVO, PURO FISIOLOGISMO. AMEAÇADOS, OS CANALHAS ENFIARAM O RABO ENTRE AS PERNAS E, GANINDO DE MEDO, VOLTARAM ATRÁS. UM BANDO DE PATIFES E VIRA-LATAS, CANDIDATARAM-SE, AGORA, A OUTROS PONTAPÉS NAS HONORÁVEIS BUNDAS. A REJEIÇÃO DA PEC/37 É A PRIMEIRA BATALHA VENCIDA NESTA LONGA GUERRA CONTRA ESTA QUADRILHA QUE SE INSTALOU EM TODOS OS NÍVEIS DA ADMINISTRAÇÃO PETISTA. A BATALHA FINAL SERÁ EM OUTUBRO DE 2014. SE AS ARMAS E OS BAFOS NÃO MUDAREM. SABEMOS MUITO BEM QUE, TODOS QUE VOTARAM CONTRA FIZERAM ISSO APENAS PRA “FICAR BEM NA FOTO”. COMO DISSE O DEPUTADO CHICO ALENCAR DO PSOL “O HÁLITO QUENTE DAS RUAS NO CANGOTE DA MAIORIA DOS PARTIDOS OS FEZ FICAR CONTRA A PEC 37, LEVANDO-NOS A ESSA SURPREENDENTE QUASE UNANIMIDADE”. MAIS CEDO, OS DEPUTADOS JÁ HAVIAM BLOQUEADO O REPASSE DE R$ 43 MILHÕES PARA A COPA. DE NOVO, O BAFO DO POVO QUE VEM DAS RUAS.


    P.S. : - Outra bandalheira da Dilma também foi pro beleléu. Não é que, a Câmara derrubou no mesmo dia o repasse de R$ 43 milhões para um programa relacionado à Copa do Mundo de 2014. O dinheiro seria aplicado pelo Ministério das Comunicações na contratação de serviços de tecnologia para transmissão de dados nas áreas dos estádios o que deixou os deputados do PT uma fera. E a mentirosa da Dilma ainda diz na tremenda cara de pau que não tem dinheiro público nos estádios da Copa. Dá para acreditar nessas mentiras petistas, claro que nunca!!! Jamais!!! De jeito nenhum!!!

    ResponderExcluir
  2. Os nossos parlamentares pressionados pelo grito das Ruas e das Praças temeram uma reação popular e audaciosa.

    O povo unido jamais será vencido.Este foi um grito muito forte e teve eco e ressonância nas camadas sociais.

    A INTERNET e os meios de COMUNICAÇÕES DE MASSA(Televisão, Blogs,Orkut, Facebook, Rádios, etc) juntamente com os Jornais em geral exerceram um papel decisivo e preponderante.

    O povo está de olho aberto em todos os tipos de corrupções existentes neste país.Estamos no mundo das grandes transformais sociais, científicas e tecnológicas.Somente a classe política não enxerga isto!

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que essa PEC foi derrotada.

    Não poderia deixar de, mais uma vez, abordar o premeditado assassinato do meu irmão Marcelo Oliveira Cavalcante, ex-assessor da ex-governadora Yeda Crusius do RS, que por sinal foi vergonhosamente “investigado”, tanto pela Polícia Civil do DF, quanto pelo Ministério Público do DF.

    No assassinato do ex-prefeito Celso Daniel, a investigação da Polícia Civil de SP chegou à conclusão de crime comum, diferente da investigação do Ministério Público de SP, que chegou à conclusão de um covarde e premeditado crime político. Hoje, passados mais de 10 anos da morte do ex-prefeito Celso Daniel, o caso ainda é lembrado e suscitado pela mídia, principalmente, devido a conclusões divergentes das investigações.

    Mesmo eu sofrendo na própria pele, com o vergonhoso e descabido desfecho de suicídio da morte do meu irmão, que, sem dúvida, macula a imagem do Ministério Público do DF e também da Polícia Civil do DF, já que, em uma “estranha sintonia”, ambos conseguiram transformar o premeditado assassinato do Marcelo em suicídio comum, preferi defender a tese de que as investigações não deveriam ficar apenas a cargo da polícia, mas também a cargo do Ministério Público, já que em alguns casos, interferências políticas poderiam acabar modificando a verdade.

    Apesar de todos os governos falarem que as polícias são de estado e não de governo, não é o que se vê, muitas vezes, na prática, hoje, no Brasil. A única coisa que, sinceramente, espero é que essa injustiça ocorrida na “investigação“ da morte do Marcelo, em plena capital do Brasil, não caia na vala do esquecimento e, que, em breve, a verdade venha à tona e os responsáveis sejam devidamente identificados e punidos.

    Marcos Cavalcante, irmão de Marcelo

    ResponderExcluir