sexta-feira, 31 de maio de 2013

PSB QUER PERNAMBUCO NOVAMENTE NA PRESIDENCIA DA REPÚBLICA

Por Cláudio Santos

Manhã da segunda-feira 27, Mar Hotel, praia da Boa Viagem, Recife, Pernambuco. Passava das 10 horas quando o governador do Estado, Eduardo Campos, entrou em uma sala de reunião onde cerca de 300 militantes socialistas o esperavam para o 1º Encontro de Vereadores da legenda. O objetivo do evento era frugal. Envolvia a troca de experiências no Legislativo. No entanto, o tom eleitoral tomou conta dos discursos. Adesivos e panfletos exaltando o nome do socialista para presidente da República foram distribuídos e a reunião transformou-se em palanque para Eduardo Campos. Ovacionado com gritos de “Brasil para a frente, Eduardo presidente”, Campos abriu um largo sorriso. “Não tem mais volta, ele será candidato”, afirma o presidente do PSB em São Paulo, deputado Márcio França. Se a candidatura será mesmo oficializada em 2014, o tempo se encarregará de dizer. O primeiro passo, porém, já está dado. 
Segundo levantamento feito por ISTOÉ entre os diretórios estaduais do partido e a executiva nacional, o governador já conquistou o apoio da maioria do PSB. A enquete mostra que os militantes e a direção do partido querem mesmo que Campos seja o candidato do partido à sucessão de Dilma Rousseff. “Não temos nada contra o governo Dilma. Aliás, votamos com ela em 95% dos casos, mas chegou a nossa hora de tentar fazer mais e melhor”, defende França. “O nome de Eduardo está maduro. O momento é agora”, faz coro o deputado federal Júlio Delgado, de Minas Gerais. Dos 35 representantes da executiva nacional do partido, 22 são a favor da candidatura própria (ver quadro). Entre os diretórios estaduais, a vitória a favor da candidatura de Campos ao Planalto em 2014 é ainda mais avassaladora – 85% dos dirigentes são favoráveis ao voo solo. “O nome do governador Eduardo Campos representa algo diferente. Estamos com ele”, entende Severino Araújo, presidente do diretório paranaense.



Além da contabilidade favorável, outro sinal de que todas as arestas já estão aparadas no PSB foi o jantar na terça-feira 28 entre Eduardo Campos e o ex-ministro Ciro Gomes. Crítico da candidatura própria até a semana passada, Gomes já diz que irá apoiar uma eventual postulação do pernambucano caso a maioria do partido decida lançá-lo. “Se meu partido tiver candidato, depois que fizer minhas ponderações, vou acompanhar o partido”, disse o ex-ministro. Ciro Gomes aponta como “incoerência” dos socialistas disputar o Planalto na condição de sigla aliada ao governo. Para resolver a questão, a cúpula do PSB já acertou que entregará os cargos na administração federal em setembro. “A entrega dos cargos nos libera para fazer um discurso mais assertivo”, entende Márcio França.


MATERIAL DE CAMPANHA - Socialistas distribuíram santinhos em favor 
da candidatura de Eduardo Campos  ao Planalto em encontro de vereadores na segunda-feira 27, no Recife

Dado o primeiro passo, que é a conquista do apoio interno, os socialistas trabalharão até o fim do ano para costurar as alianças. Em São Paulo, por exemplo, o PSB deverá se aliar à reeleição do governador Geraldo Alckmin, indicando um vice socialista à chapa. A disputa é estadual, mas no apoio a Alckmin está embutida uma estratégia nacional. O principal objetivo é tentar enfraquecer o palanque em São Paulo de Aécio Neves, pré-candidato à Presidência e, portanto, adversário em potencial de Campos. A 16 meses das eleições, o cenário ainda pode mudar por completo, mas os especialistas eleitorais são unânimes em afirmar que, entre os nomes dos pré-candidatos colocados até agora para a disputa em 2014 – Aécio Neves (PSDB), Eduardo Campos (PSB) e Marina Silva (Rede) –, só existe espaço para um ou no máximo dois candidatos, já que as previsões também dão como certo que Dilma estará no segundo turno. Nessa lógica, Campos não tem muito a perder. Aos 47 anos, ele, na pior das hipóteses, terá a imagem conhecida nacionalmente. Hoje, o governador pernambucano figura com 6% de intenções de voto nas pesquisas eleitorais, mas só é conhecido por 20% do eleitorado nacional. São nesses índices que ele se apoia para decolar em 2014.



Fotos: Leo Caldas/ Editora Globo; Michele Souza/JC Imagem

quinta-feira, 30 de maio de 2013

SAMU E CENTRO DE FISIOTERAPIA EM CAPOEIRAS, ATENDERÃO À POPULAÇÃO JÁ A PARTIR DESTA SEGUNDA FEIRA (03)

Foto: Roberto Tavares
Capoeiras recebe a partir da próxima segunda-feira (03), o tão aguardado SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência 192. Dessa forma, aquele município irá dispor de uma base equipada para abrigar toda a equipe e também a unidade móvel equipada. A Coordenação ficará sob a responsabilidade da Central de Regulação do SAMU da Macrorregional II, com sede em Caruaru. Dessa forma, qualquer cidadão que necessitar de atendimento móvel de urgência, basta ligar para o número 192. A partir daí, a  Central de Regulação avaliará o caso e  encaminhará a referida ambulância.

A Secretaria de Saúde de Capoeiras informa ainda que o Centro de Fisioterapia Municipal também estará em pleno funcionamento a partir de segunda-feira (03).  O mesmo localiza-se na Praça João Borrego, prédio de Givaldo Fotógrafo.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

FUNDO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SERÁ CRIADO EM CAPOEIRAS

Com texto de Raimundo Lourenço - Blog Capoeiras

Uma reunião entre a prefeita Neide Reino (PSB) e os vereadores oposicionistas e governistas viabilizou a aprovação do Projeto de Lei enviado pelo Executivo, que cria o Fundo de Assistência Social do Município de Capoeiras. A reunião aconteceu na última quinta-feira (23), na residência do vice-presidente da Câmara, vereador Ailton Lino (PIU), e contou com as presenças de nove, dos onze vereadores da Casa.
Prefeita Neide Reino (PSB), supervisona obra municipal

Vereadores da oposição há algum tempo reclamavam que as Emendas e Proposições apresentadas por eles na Câmara eram rejeitadas pelos vereadores governistas que são maioria. E como para aprovar a Criação do Fundo de Assistência Social eram necessários dois terços dos vereadores, ou seja, sete votos, os oposicionistas não compareceram na sessão, provocando a necessidade da reunião com a prefeita Neide Reino.

Os vereadores oposicionistas se prontificaram em aprovar o projeto, desde que houvesse o compromisso da prefeita em encontrar um meio para pagar o salário do mês de dezembro/2012, dos professores, que não foi pago na administração passada; e, também ver porque o PCC dos 40% da Educação não esta sendo pago aos servidores. O assunto foi consenso entre todos os vereadores presentes, e foi prontamente aceito pela prefeita. 

Segundo a vereadora Carla Rodrigues, a prefeita Neide Reino disse ser desejo seu quitar o debito com os professores o quanto antes, e se comprometeu reunir-se com estes no próximo dia 07/06, e juntos, na medida do possível, acordar uma forma e prazo para o pagamento dos salários de dezembro. A vereadora disse também que a conta bancaria aberta com R$ 19 mil, e na qual seriam depositados valores dos impostos municipais até juntar o montante correspondente ao debito com os professores, só tem até agora R$ 25 mil depositados.  Quanto ao reajuste do PCC dos 40% da Educação, ficou agendada uma reunião para a próxima quarta (29), para se formar uma comissão para estudar o caso.

Os vereadores oposicionistas ficaram satisfeitos com o resultado da reunião e a receptividade da Prefeita Neide Reino, e na última sexta-feira (24), aprovaram por unanimidade o projeto do Executivo que cria o Fundo Municipal de Assistência Social. Segundo a vereadora Carla Rodrigues, a oposição não deixou de ser oposição por que fez o acordo, só esta mostrando que tem compromisso com o município.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

CIDADE DAS FLORES VISITA GARANHUNS

Foto Vagner

Carona no post do Ronaldo César:
A partir desta quinta-feira (16), até o dia 26 de maio, será realizada na Praça Guadalajara, a primeira edição do Festival das Flores de Holambra. O evento é uma realização do Instituto Madeira da Terra (IMT), que existe há nove anos e tem o objetivo de incentivar a educação ecológica.

O Governo Municipal apoia o evento por meio da Secretaria de Turismo. De acordo com o organizador Hermes Gonçalves, do Instituto Madeira da Terra, serão expostas 300 espécies de flores e plantas ornamentais para apreciação e venda. “Todas essas espécies são oriundas de Holambra, município do interior de São Paulo (SP), onde existe uma das maiores cooperativas de flores do país,” afirmou o organizador. 

A abertura oficial será amanhã, às 9h, na Praça Guadalajara.

Só um pequeno detalhe: Holambra, é conhecida como a CIDADE DAS FLORES, título que um dia Garanhuns garbosamente ostentou...

quarta-feira, 8 de maio de 2013

MAIS TRANSPARÊNCIA: IATI TEM PORTAL NA NET



INFORMAÇÕES POSTADAS NO BLOG DO RONALDO CÉSAR:



Já esta no ar o site oficial da Prefeitura de Iati. O portal foi lançado no inicio desta semana e vai possibilitar uma maior interação entre o público internauta e os mais diversos órgãos do Governo Iatiense. 


Na nova ferramenta, estão disponíveis informações sobre a história, os símbolos, a geografia e as características gerais do Município. O público que acessar:www.iati.pe.gov.br ainda poderá conhecer as atribuições e o histórico do Prefeito, dos secretários Municipais, além de programas e ações desenvolvidas no Município. As notícias produzidas pela Assessoria de Comunicação Social também estão disponíveis. Os cidadãos/internautas poderão interagir com os Órgãos da Prefeitura, através de um canal de contatos. 


Além da home-page, o Governo de Iati também possui uma fan-page na rede social facebook (http://www.facebook.com/PrefeituraMunicipalDeIati) e veicula semanalmente o programa Iati em Destaque, além de inserções periódicas, dentro da programação da Rádio Nossa Senhora Aparecida, instalada na Cidade.

DÉBITOS DEIXADOS POR GESTÃO ANTERIOR – E na última segunda-feira, dia 6, foi realizada no Fórum de Iati, uma nova reunião envolvendo membros da Prefeitura, Ministério Público e Sindicato dos Servidores. Em pauta, o pagamento do salário dos funcionários da Prefeitura referente a dezembro de 2012, e que deixou de ser efetuado pelo Governo que antecedeu a atual Gestão Municipal.

Estiveram presentes ao Encontro, o Prefeito de Iati, Jorge Elias, o popular Padre Jorge; a Promotora Giovanna Mastroianni de Oliveira; os vereadores Kekêta e Alcir Tenório; a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Iati, Maria José, e a secretária de Administração, Edineide Leite, além de servidores públicos do Município. 

Depois de ouvir a posição da Prefeitura, que por conta das constantes reduções no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) vem atravessando sérias dificuldades financeiras, a Promotora, em consenso com os presentes, fixou para o próximo dia 31 de maio, a apresentação por parte do Governo Municipal das informações contábeis referentes ao período de janeiro a maio deste ano. 

A documentação será entregue ao Sindicato, que através da sua assessoria contábil, fará um estudo e depois de conhecer a atual realidade financeira do Município, deverá apresentar uma proposta a Prefeitura, visando garantir o pagamento do mês trabalhado pelos servidores ainda durante a Gestão passada.

sábado, 4 de maio de 2013

É POSSÍVEL FAZER MAIS?



Em mais de 500 anos de Brasil, partindo de uma colonização na qual os primeiros brasileiros não “elegeram” líderes, mas foram por eles “conquistados”; após uma ditadura militar que praticamente “despolitizou” o Brasil de lideranças (e para sorte do país fez nascer outras) e depois de uma luta intensa pelas eleições diretas começamos a aprender, à duras penas, que só é possível fazer um país com  unidade.

Mais precisamente em nossa região Nordeste, um território árido por natureza, mas que vem conquistando cada vez mais vez e voz no país, somos – quem diria – foco geral das mídias e da população, não apenas por nossas praias, agrestes e sertões, mas pela desenvoltura da nossa política que há tempos vem deixando de ser micro para alcançar patamar de macro.

Falando especificamente do nosso estado, estivemos presenciando a chegada de volumes consideráveis em investimentos federais, iniciados sob o Governo Lula. Os recursos  foram generosos, levando-se em conta que éramos sempre esquecidos em gestões federais anteriores, mas há de se convir que sem uma gestão estadual focada, direcionando esses recursos para os lugares certos e mantendo a austeridade, mesmo em meio à euforia do crescimento,  o estado certamente não teria apresentado os bons resultados tão visíveis nos últimos meses, provando sua viabilidade.

A aposta eleitoral correta a partir de 2014, portanto, em uma unidade política que possa conduzir o estado que hoje ostenta uma visibilidade maior em razão da liderança que a conduz, deve ser o caminho mais lógico e sensato do governador Eduardo Campos: manter a governabilidade, mesmo no período de sua suposta ausência, quando estará apresentando-se ao Brasil, mostrando o que deu certo em seu estado e provando que é possível aplicar uma gestão semelhante em nível federal, respeitando as proporções e diferenças regionais, porém entendendo que as demandas da população, independentemente de sotaques ou regionalismos, são as mesmas e de que é possível supri-las.

Como frisou o ex procurador geral do Estado, atual chefe da Casa Civil e desempenhando a função de interlocutor político do governo, Secretario Tadeu Alencar, recentemente no encontro de gestores em Gravatá,  “O fundamental para o estado é a unidade. A unidade política e de equipe, que foram responsáveis pelo sucesso do nosso governo".

Com essa unidade, o Eduardo Campos já mostra, seja administrando bem o seu estado, seja aproximando-se de ex desafetos com a mesma desenvoltura com a qual lida com antigos e novos aliados, seja mostrando liderança, como no episódio recente da eleição que escolheu Geraldo Júlio com prefeito do Recife, imprimindo uma derrota histórica ao PT, que é sim, possível fazer mais...