quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

GUERRA CONTRA A SECA: PREFEITURA DE GARANHUNS DEVE INSTALAR POÇOS NA ZONA RURAL


A equipe da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Governo Municipal, juntamente com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), estão em atividade de campo durante esta semana realizando estudos do solo e da vegetação de 16 sítios da zona rural de Garanhuns para identificação de áreas propícias para instalação de poços, que irão melhorar o abastecimento de água dos moradores.
Por meio de uma parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, 10 poços serão construídos no município. O critério utilizado para a escolha dos trechos onde serão perfurados os reservatórios é a característica hidrogeológica da área, que envolve o planejamento, a construção e os meios de utilização da água. “Cada execução de ações como essa precisa ser específica para as condições físicas do terreno. É necessário que o solo tenha um potencial diferenciado para receber a demanda e que as fontes de água sejam próximas”, explica o extensionista rural do IPA, Pedro Henrique de Medeiros.
O mapeamento nesses sítios também tem o objetivo de incentivar o reflorestamento dos campos e das matas ciliares, que é indispensável na formação vegetal encontrada nas margens dos rios, lagos, represas ou nascentes. Atualmente, 38 associações e duas cooperativas são filiadas ao Conselho de Desenvolvimento Rural de Garanhuns. De acordo com o presidente do conselho, Júlio Neves, esse estudo é a esperança por dias melhores. “Esperamos ansiosos por um abastecimento de água bem feito e sem problemas de encanação. Seremos atuantes junto à Secretaria de Agricultura no que for preciso. Vivemos da agricultura e pecuária, mas nunca tivemos uma chance tão boa como essa. A chance de todas as nossas famílias melhorarem sua qualidade de vida e a fonte de renda”, detalhou.
Cerca de 14 mil pessoas da zona rural sofrem com a falta de chuvas. O prejuízo econômico de culturas agrícolas chega aos 80%. “Mesmo diante de uma situação tão alarmante, Garanhuns tem algumas fontes de água que servirão de suporte nas obras dos poços. Devemos terminar as visitas no campo na próxima semana. Depois, vamos passar a demanda para o Governo do Estado, que é responsável pela execução do projeto”, destaca o diretor de Desenvolvimento Rural da Secretaria de Agricultura, Rômulo Fernandes.
SECA - Localizado no Agreste Meridional de Pernambuco, o município de Garanhuns também vem sofrendo com a estiagem que castiga a região Nordeste do país desde o ano passado. Com a diminuição nos índices de chuva, o solo ressecado, sem pasto e a baixa produção no campo, os agricultores que vivem da terra são diretamente prejudicados. Pelas estradas que dão acesso aos sítios e povoados da zona rural, ainda é possível ver animais mortos e os galhos das árvores totalmente secos. De acordo com os dados da Defesa Civil, o número de poços desativados, na zona rural, chega aos 30. A mortandade do rebanho está em torno de 20%, o que representa a morte de 7.200 cabeças de gado. 

Texto/Reportagem: Secom/PMG



NA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE DISCUTE BARRAGEM, NEIDE REINO TEM POSTURA FIRME EM DEFESA DE CAPOEIRAS

Prefeita Neide Reino (PSB) ao lado do Governador Eduardo Campos (PSB) em evento recente.

A decisão da Audiência Pública realizada no Fórum do  município de Capoeiras na tarde dessa quarta feira (27), em relação à polêmica da Barragem do Gurjão, foi um alento para os moradores daquele município e da vizinha Caetés. De acordo com essa decisão, ficou acertado que os moradores de Capoeiras e Caetés estarão sendo  abastecidos com a água da COMPESA, uma vez a cada semana além de ter se mantida a decisão da proibição de retirada d’água por carros pipas naquela  barragem.
Com a decisão, permitiu-se que os moradores do entorno da barragem poderão captar até mil litros/dia. O abastecimento do povoado Maniçoba e da zona rural de São Bento do Uma, município que faz fronteira com Capoeiras, também sofrerá racionamento. 
A Audiência Pública foi convocada na semana passada pelo Juiz de direito da comarca de Capoeiras, Dr. Francisco Tojal Dantas Matos, com o objetivo de apaziguar os ânimos decorrentes dos problemas com a seca na região, que transformaram a barragem do Gurjão em ponto de disputa por água pelos municípios que a circundam. Na oportunidade, a justiça chegou a determinar o recolhimento das bombas d’água pertencentes a particulares e na sequencia, provavelmente em atitude de represália à esse mandado, atearem fogo nas bombas da COMPESA instaladas no local, prejudicando ainda mais o já frágil abastecimento.
A Audiência contou com a presença do referido magistrado, além do Promotor de Justiça Dr. Reus Alexandre, a prefeita de Capoeiras Srª Neide Reino (PSB),  a prefeita de São Bento do Uma, Srª Débora Almeida (PSB), o prefeito de Caetés Sr. Armando Duarte (PTB), o presidente da Câmara de Vereadores de Capoeiras, o presidente do Sindicato Rural, representantes da COMPESA, vereadores e populares que residem nas proximidades daquele manancial  e se beneficiam das águas do Gurjão.
Com a decisão, a COMPESA reinstalou novos equipamentos que substituíram os  danificados na barragem e os quais já entram imediatamente em funcionamento.  De acordo com a Prefeita de Capoeiras, Neide Reino (PSB), “Como representante escolhida pelo povo capoeirense, minha defesa será sempre em benefício dessa população, que hoje sofre de forma muito intensa os danos causados por essa estagem”. Em breve a prefeita Neide Reino fará um relato detalhado das suas primeiras ações à frente do executivo capoeirense,  bem como um relatório dos desmandos administrativos encontrados após sua posse, fato que inviabilizou o início imediato de ações mais efetivas .  
(Texto de Marcelo Jorge com informações do Blog Capoeiras)

sábado, 23 de fevereiro de 2013

EDUARDO PEIXOTO TEM, MAIS UMA VEZ, RECONHECIMENTO PÚBLICO

Eduardo Peixoto (de pé) ao lado do amigo André Costa, operador da Rádio Jornal de Garanhuns

Fico feliz pelo reconhecimento das nossas autoridades ao trabalho dos profissionais de imprensa que militam nessa dura seara: a de produzir comunicação em Garanhuns.
Transcrevo portanto, matéria do meu amigo Carlos Eugênio, acerca dessa justíssima homenagem a um profissional do nossa meio: O radialista e jornalista Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal AM.

O trabalho do jornalista e radialista Eduardo Peixoto em prol de Garanhuns vem sendo reconhecido pelos poderes constituídos da Cidade. O profissional que integra a equipe da Rádio Jornal foi recentemente confirmado pelo Prefeito Izaías Régis (PTB) como um dos apresentadores do palco principal do Festival de Inverno deste ano e agora receberá uma nova homenagem por parte da Câmara de Vereadores de Garanhuns.  

Tramita nas comissões legislativas, Projeto de Resolução de autoria do vereador Alcindo Correia (PRB), que concede a medalha Jornalista Ulisses Pinto a Eduardo Peixoto. A homenagem deverá ser votada em plenário nos próximos dias. A expectativa é que a ação de Alcindo seja aprovada por unanimidade pelos parlamentares garanhuenses. Na última legislatura, Eduardo foi homenageado com a concessão do Título de Cidadão da Cidade, comenda que ainda não recebeu. 

Natural de Recife, Eduardo adotou Garanhuns como sua Cidade em meados de 2003, quando passou a integrar a equipe da Rádio Jornal Garanhuns. Em 2007, assumiu o comando da Ronda Policial, e desde então vem se notabilizando por prestar serviços a população, através da abertura de um livre canal de comunicação entre os cidadãos e os mais diversos órgãos governamentais do Agreste Meridional.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

PRESTÍGIO POLÍTICO DE IZAÍAS COMEÇA A TRAZER BENEFÍCIOS PARA GARANHUNS

Prefeito Izaías Régis (PTB) e Governador Eduardo campos (PSB)

Ainda repercurte de forma positiva o encontro do governador Eduardo Campos com os 184 prefeitos pernambucanos, realizado na última quinta e sexta-feira, dias 21 e 22, em Gravatá. Na ocasião, o governador anunciou investimentos nos municípios da ordem de R$ 612 milhões, beneficiando assim a população em setores estratégicos. Esses recursos, de acordo com a Secretaria de Comunicação do município, se destinam à saúde, abastecimento d’água, infraestrutura, urbanismo e obras de enfrentamento à seca que ora atinge o Agreste e o Sertão. Assim, Garanhuns está entre os municípios assistidos pela atenção do estado.
O Prefeito de Garanhuns,  Izaías Régis (PTB) fez uma avaliação satisfatória do aporte de recursos anunciados por Campos. Como mostra de prestígio político, o gestor garanhuense, que é ex Deputado Estadual e atual vice presidente das entidades municipalistas AMUPE e CODEAM, conseguiu para o município duas unidades do SAMU, que ainda de acordo com o mesmo, estarão em alguns meses à disposição dessa população. Dias antes desse encontro, Régis teve audiência com o próprio governador na qual  expôs alguns projetos imprescindíveis para o desenvolvimento do município, como a implantação de um novo distrito industrial e a viabilização de cem mil metros quadrados de calçamentos.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

EXCLUSIVO: EMPREENDEDOR DO GARANHUNS GARDEN SHOPPING FALA SOBRE INFLUÊNCIA DA DUPLICAÇÃO DA 423

Empresário Janio Almeida em recente encontro com Governador  Eduardo Campos
A audiência pública realizada na semana passada na sede da CODEAM em Garanhuns e no mesmo dia no município de Lajedo, trouxe à sociedade autoridades, alguns aspectos técnicos, bem como o acolhimento de muitas sugestões para a condução das obras de duplicação da BR 423, trecho São Caetano/Garanhuns.  Ouvido por nossa reportagem, o empresário Jânio Almeida, um dos sócios da empresa garanhuense  3JC parceira do Grupo mineiro Tenco, ambas empreendedoras do futuro Garanhuns Garden Shopping, falou acerca dos benefícios que a duplicação trará para esse que promete ser o maior centro de compras do Agreste Meridional.

De acordo com o empresário, ele e os demais sócios da 3JC, Jaime Almeida, Jailmilson Almeida e Claudemir Brasil foram atendidos pelo Diretor de Engenharia e Planejamento do DER, Sr. Francisco de Assis, que os encaminhou a empresa recifense JBR, responsável pelo projeto no trecho Garanhuns/Lajedo. Essa empresa  já havia encaminhado um ante projeto para realização de licitação de duplicação do citado trecho, documento que ainda ignorava a influência do shopping no futuro tráfego. Na oportunidade, os empresários garanhuenses entregaram a JBR um estudo feito por uma empresa gaúcha que relata os impactos positivos os quais a construção de um shopping trará para o município, sua influência no fluxo de tráfego e engarrafamento naquele setor, que de acordo com levantamentos contará com o acesso de mais de 500 veículos por hora, nos momentos de pico do centro comercial. 
Almeida detalhou ainda que o grupo 3JC também disponibilizou para a JBR um espaço no terreno do futuro Shopping para um “bota fora” do material - entulhos e solo - a ser retirado durante o processo de desapropriação de imóveis da área urbana do entorno, nas obras da duplicação e até facilitou os contatos desta com a direção da Subestação da Chesf em Angelim, para a solicitação de remoção de algumas linhas de transmissão de alta tensão que passam sobre aquela área.
Em comunicado recente enviado ao Governador Eduardo Campos, foi solicitada nova audiência para que seja gerado um protocolo da Tenco e 3JC junto ao Governo do Estado. No documento, os empresários solicitam a inclusão dos acessos do shopping nas obras da duplicação, além da capacitação profissional dos trabalhadores, já que o Garanhuns Garden Shopping prevê a criação de 2.000 empregos na construção, além de  cerca de 3.500 no funcionamento do shopping e outros 2.000 empregos indiretos.
Nesse mês de março, a empresa JBR, por sua vez, após solicitação oficial, ficará encarregada da alteração do projeto inicial previsto para aquele trecho, com a incumbência de adequar a instalação e integração dos acessos ao shopping às obras de duplicação, ambas vitais para o desenvolvimento econômico e social de Garanhuns.   



sábado, 16 de fevereiro de 2013

DUPLICAÇÃO: A IDÉIA QUE NASCEU COM LUIZ, DÁ SEUS PRIMEIROS PASSOS COM IZAÍAS

Arte: Douglas Passos/MarceloJorge.com


Há de se fazer jus, como bem lembrado pelo prefeito de Garanhuns Izaías Régis, seguido por outras autoridades,  que o que se apresenta hoje como quase realidade - as obras de reestruturação e duplicação da BR 423, trecho São Caetano-Garanhuns -, tem origem nos esforços do seu antecessor, ex prefeito Luiz Carlos de Oliveira. Na oportunidade, nossa agência de comunicação teve a incumbência de produzir a logomarca reproduzida acima. Uma marca simples, objetiva, exequível e que transformou-se entre outras peças, em um adesivo visto em muitas cidades de Pernambuco.
As obras, que de acordo com as informações repassadas no evento dessa sexta feira pela manhã na CODEAM, devem ser iniciadas ainda em outubro do corrente ano tem a previsão para conclusão para outubro de 2016. A audiência pública contou com a presença do secretário estadual de Transportes, Isaltino Nascimento que detalhou todos os procedimentos da obra, diversos prefeitos da nossa região, além da atual presidenta da CODEAM e prefeita do município de Jupi, Celina Brito (PDT), representante do Ministério Público, empresários, vereadores e sociedade local.

A extensão total da duplicação é de 80,2km e os investimentos estimados para execução das obras de R$ 500 milhões, com divisão em dois trechos: São Caetano a Lajedo e Lajedo a Garanhuns. Na oportunidade, ficou claro que o Edital para contratação de empresas interessadas na execução do empreendimento estará a disposição a partir do próximo mês de maio.

Ao todos os idealizadores e agora realizadores da obra, que como dizia o ex prefeito Luiz Carlos será a “redenção da nossa região” , o reconhecimento da sociedade.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

AGORA NÃO CABEM DESCULPAS: ACABOU O CARNAVAL. E GARANHUNS PARA ONDE VAI?

Foto: Marcelo Jorge  - Tratamento de imagem: Caio César

A expectativa dos garanhuenses acerca das mudanças tão propaladas durante as recentes campanhas eleitorais, parece que enfim vai ser satisfeita. Após o início do ano e até o recém finalizado carnaval, período no qual a ociosidade toma conta de todos os setores, a população começa a aguçar suas atenções para o início de fato das obras estruturadoras para Garanhuns, que foram o mote das citadas campanhas. Por um lado, temos hoje uma Câmara Municipal renovada e cheia de vontade de criar e aprovar projetos que possam dar um norte aos destinos do  município. Os novos nomes que somaram-se aos já experientes edis, utilizando uma nova estrutura física, com mais espaço, modernidade e tecnologia, além de uma afinação política importante com o gestor municipal, devem mostrar em pouco tempo que um legislativo forte se constrói com ação. A questão é que se demorarem muito, a população vai assistir apenas a  apresentação e indicação dos candidatos a Deputados nas câmaras estadual e federal para as eleições do ano que vem e nas quais os vereadores servem de arrimo para a propulsão de projetos desses que nem sempre trazem benéficos para a nossa população. A divisão de votos para deputados que não tem compromisso com Garanhuns é de fato, desalentadora e digna de repúdio.
Esse era um filme que vínhamos assistindo nas últimas vereanças e do qual não desejamos ‘remake’.
Já do Palácio Municipal, o que a população garanhuense vislumbra é não só o início do cumprimento das tarefas específicas e rotineiras do Prefeito – entre elas o levantamento de erros e culpas do passado ou "caça às bruxas, o que silenciosamente e subliminarmente já começou -, mas o cumprimento das metas descritas em planos de governo afixados nos muros e placas,  exaustivamente difundido em panfletos e folderes e alardeado nos Guias eleitorais de rádio e carros de som.
A oportunidade foi solicitada pelos candidatos a vereador e a Prefeito e dada pelo povo através do voto. O prazo, a partir de  agora, é de três anos e dez meses para nossa aprovação e consequente reAprovação (+4) ou reprovação desses mandatos.

E o Relógio das Flores já começou a contar esse tempo...

A população acredita e nós sinceramente também acreditamos nesse “novo jeito de governar”,  que promete tirar enfim Garanhuns do marasmo econômico e político além de despertar o desenvolvimento da cidade que atualmente “descansa em berço explêndido” sob a benção de Deus e proteção das sete colinas.  

CORAGEM DE UMA REPÓRTER PARAIBANA


terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

A AFINAÇÃO DOS LOCUTORES DO GARANHUNS JAZZ FESTIVAL


  

Quando Garanhuns começou a produzir eventos de maneira mais constante, várias oportunidades se abriram para os bons profissionais locais. Eu fui um dos que tiveram o privilégio de aproveitar as oportunidades para melhorar minha técnica de voz, aprender acerca de postura no palco, (diferente da apresentação em estúdio) e saber conduzir um cerimonial/locução de grandes eventos, com sua carga de improvisos e interação imediata. 
Após minha contribuição em muitos eventos como o Garanhuns Oktober Fest, inúmeras Garanhetas, 20  anos apresentando Festivais de Inverno de Garanhuns, convidado pelo Governo do Estado e recentemente como locutor oficial de todas as edições anteriores do Garanhuns Jazz Festival, me dedico hoje ao mercado publicitário através da nossa agência homônima, e vejo com satisfação o espaço nesse palco do GJF, a partir dessa gestão muito bem representado pelas vozes ímpares dos nossos colegas Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal de Garanhuns e Cássia Amaral, ex Estação Sat Garanhuns.

  

Ambos pernambucanos – Eduardo natural do Recife e Cássia do simpático município de Tabira -, demonstram um entrosamento e uma afinidade característica dos melhores profissionais e sem dúvida, conduzem com maestria seus papéis naquele palco. Eduardo é o condutor do programa "Ronda Policial"  da Rádio Jornal Garanhuns, um excelente narrador esportivo e apresentava os saudosos Festivais de Musica e Arte de Garanhuns, os quais infelizmente não são mais realizados. Cássia, por sua vez, é uma voz oriunda do Rádio FM e das locuções publicitárias, além de ter participado da Secretaria de Comunicação no Governo anterior, cargo oportunizado pelo ex Secretário da pasta, Carlos Eugênio. 
Fico particularmente feliz com as conquistas mantidas pelo atual governo em priorizar Garanhuns, anfitriã do GJF, mostrando que assim como bons artistas de jazz e blues, na ‘Cidade das Flores’ também temos profissionais da comunicação aptos a conduzirem com eficiência e criatividade os mais diversos eventos.