domingo, 13 de janeiro de 2013

CONHEÇA O TIGRE QUE A ARGENTINA TEM PARA MOSTRAR



Uma boa dica para quem vai a Argentina, ainda nesse período quente fica bem perto da capital, na beira do Rio da Prata. Trata-se de uma das áreas residenciais e turísticas mais exclusivas da Grande Buenos Aires. No extremo norte, está o "Delta do Paraná", "Delta do Tigre" ou simplesmente "Tigre", gigantesco conjunto de ilhas, reserva natural da floresta e da fauna nacional.
Lá, o cenário é único, cheio de matizes; rios, canais, árvores frondosas, casas coloridas, embarcações e uma cara de vida saudável, como naturalmente deveria ter sido nos séculos anteriores.
É um dos poucos arquipélagos turísticos do mundo, destino de milhares de portenhos e turistas aos finais de semana.
No percurso da Capital Federal até o Tigre, situam-se os principais municípios da Grande Buenos Aires:  San Fernando,  San Isidro e Vicente Lopez.  Pela sua proximidade com a capital, a região transformou-se em um lugar privilegiado de residência e miniturismo.
San Fernando é a capital nacional da náutica, (a Argentina tem 44 campeões mundiais de yachting ) onde está concentrada a atividade de seu esporte.  San Isidro é a capital nacional do Rugby, com importantes clubes de transcendência internacional.

O porto de frutos é hoje um grande mercado de artesanato e em menor medida, o que antigamente foi o vertiginoso trânsito de frutas e madeira do Delta.
Dentre os artesanatos da região, pudemos  encontrar cestos rústicos de palha e docinhos de todo tipo.
O Tigre não só representa a excepcional reserva agreste de Buenos Aires, mas também é sinônimo de lazer para todas as idades: funciona no local o famoso Cassino Trilenium, com mais de 80 meses de jogo, Roleta, Black Jack, Ponto e Banca e 1500 máquinas num prédio de 20.000 m, é assim o maior cassino da América do Sul, e o Parque da Costa com seus 15 hectares de entretenimento e jogos para crianças e adolescentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário