sexta-feira, 12 de agosto de 2011

ASCENSÃO DO TEATRO GARANHUENSE GANHA VISIBILIDADE NO ESTADO

Foto: Clara Gouveia

Tivemos a grata satisfação de perceber, durante o 21º FIG, a ascensão do teatro garanhuense. O trabalho altamente profissional realizado pelas ‘troupes’ rendeu bons frutos, muitos aplausos e visibilidade em todo o estado. O Governo de Garanhuns, foi muito feliz no apoio aos dois bons espetáculos de teatro produzidos aqui através do seu Projeto Vem Ver Teatro, com um trabalho muito bem coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura. Ambos os trabalhos vieram a ser apresentados na capital Recife, dentro do Festival de Artes Cênicas.  O diretor e ator Julierme Galindo,  difusor, amante e profissional das artes cênicas em Garanhuns levou a Recife “Vicência”, sua inteligente e bem humorada adaptação de um trabalho do escritor garanhuense Luiz Jardim, através da Troupe Azimute  e que teve sua encenação na abertura daquele FAC, na noite da última quinta feira, dia 11.  Já nesse sábado dia 13, quem sobe ao palco é o  Grupo Diocesano de Artes, encenando “De Bobo, Bravo e Vilão se faz um Faz de Conta”, com texto inédito do multiartista Carlos Janduy e a direção de sua competente esposa, também atriz, Sandra Albino.  Tantas e tantas coisas boas temos a mostrar em Garanhuns.  Esses apoios recebidos do poder público demonstram por exemplo, que a sensibilidade e a vontade política quando se juntam podem trazer dividendos para todos.  Parabéns Carlos Janduy e Sandra Albino, do Grupo Diocesano de Artes e ao Julierme Galindo e sua Troupe Azimute pelo orgulho com o qual levam as artes dos nossos palcos para uma visibilidade e reconhecimento maior. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário