sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

MAIS UMA BOMBA CONTRA LULA: PALOCCI DENUNCIA QUE EX PRESIDENTE RECEBEU PROPINA EM CAIXA DE UÍSQUE


Imagem: Reprodução do Youtube
Em trecho de delação premiada feita pelo ex-ministro Antonio Palocci, anexada nessa quinta-feira ao inquérito que trata da usina de Belo Monte, afirma que o ex-presidente Lula recebeu dinheiro em espécie, paga pela Odebrecht.

“(Palocci) Também se recorda que, dos recursos em espécie recebidos da Odebrecht e retirados por Branislav Kontic, levou em oportunidades diversas cerca de trinta, quarenta, cinqüenta e oitenta mil reais em espécie para o próprio Lula”, diz trecho do documento.

Na delação, Palocci ainda afirma que Lula chega a lhe pedir sigilo a respeito da movimentação e que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) tinha ciência dos pagamentos feitos pela Andrade Gutierrez.

O depoimento foi prestado em 13 de abril de 2018, e a delação foi homologada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em junho do ano passado.

Entre as informações, o ex-ministro afirma ter repassado a Lula R$ 50 mil a Lula. O valor teria sido entregue dentro de uma caixa de celular, no Terminal da Aeronáutica, em Brasília. O episódio tria ocorrido no período da campanha de 2010.
Outro trecho da delação de Palocci diz: “Em São Paulo, recorda-se de episódio de quando levou dinheiro em espécie a Lula dentro de caixa de whisky até o Aeroporto de Congonhas, sendo que no caminho até o local recebeu constantes chamadas telefônicas de Lula cobrando a entrega”.

Palloci afirmou que os motoristas que estavam com ele presenciaram o momento.



terça-feira, 15 de janeiro de 2019

NOVA GESTÃO DA CÂMARA DE GARANHUNS IMPLANTA SISTEMA ELETRÔNICO DE ACESSO À CASA LEGISLATIVA

Presidente da Câmara de Garanhuns, Vereador Daniel da Silva (2º na foto) assiste
explicação dos responsáveis pela implantação do moderno sistema de acesso.
A agilidade no processo de modernização da Câmara Municipal de Garanhuns iniciada já na atual gestão do Presidente Daniel da Silva (PSC), vem chamando a atenção de forma positiva de servidores da Casa Raimundo de Moraes e da sociedade.

Após negociações iniciais realizadas ainda na gestão anterior, sob comando da vereadora Carla Patrícia (PTB), que deu início ao processo de compra e instalação de catracas eletrônicas de acesso aos gabinetes, plenário, salas e departamentos gerais da Câmara, nesta terça (15/01) o sistema foi implantado, o que certamente irá proporcionar maior segurança no acesso ao interior daquela instituição, além de otimizar os horários de trabalho dos servidores, organizando o fluxo diário.

Segundo o gestor da empresa contratada, a Conecta Controle de Acesso, Erivaldo Oliveira, "O sistema garantirá eficiência na gestão e cumprirá o objetivo da Câmara, possibilitando total controle de presença de visitantes e funcionários da Casa Legislativa".   

Na opinião do Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Garanhuns, Daniel da Silva, "Esse é o início de um trabalho que visa dar maior conforto, comodidade e segurança aos que vão à Câmara resolver problemas, contactar seu parlamentar o mesmo assistir audiências e sessões públicas." 

O parlamentar administrador também anunciou a implantação de um moderno sistema de cartões de identificação (imagem ao lado) destinados à servidores, imprensa e visitantes para utilização nas referidas catracas.

Para acesso, o visitante deverá apresentar aos servidores da recepção sua identidade e CPF e ainda permitir um registro fotográfico para cadastramento no sistema.

Com informações e imagens da ASCOM da Câmara Municipal de Garanhuns

BOLSONARO ESCOLHE PERNAMBUCANO COMO PORTA VOZ DO SEU GOVERNO

O general Otávio Santana do Rêgo Barros, escolhido como porta voz do governo
Foto: Agência Verde Oliva

O presidente Jair Bolsonaro escolheu o general Otávio Santana do Rêgo Barros para porta-voz da Presidência da República. A informação foi confirmada  pela Secretaria de Governo.

Até a escolha de Bolsonaro, o general era o chefe do Centro de Comunicação Social do Exército, cargo que ocupava desde 2014. Como chefe do centro, Rêgo Barros era um dos principais assessores do então comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, que deixou o posto na semana passada e vai integrar a equipe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a convite do presidente.

Foi assessor da extinta Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), onde participou da organização do livro Desafios Estratégicos para a Segurança e Defesa Cibernética. Atuou na Cooperação Militar Brasileira no Paraguai e na Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti.

Entre as missões como oficial general, Rêgo Barros comandou a força de pacificação nos complexos do Alemão e da Penha, no Rio de Janeiro, e a segurança da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

Natural de Recife, o porta-voz da Presidência tem 58 anos e ingressou na carreira militar em 1975, como aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Exército.

domingo, 13 de janeiro de 2019

ATENTADO CONTRA VEÍCULO DA DEPUTADA ESTADUAL E DELEGADA MARTHA ROCHA DEIXA FERIDO NO RIO DE JANEIRO


O carro em que a deputada estadual e delegada Martha Rocha foi alvo de tiros na manhã deste domingo. De acordo com informações do 16º BPM (Olaria), o crime aconteceu na Rua Belizário Pena, próximo à Avenida Brasil, no bairro da Penha, na Zona Norte do Rio. O carro em que ela estava foi fechado por um outro veículo, com quatro homens armados com fuzis.

Houve troca de tiros e o motorista da delegada, subtenente reformado da PM, identificado como Geonisio Santos Medeiros, foi baleado na perna. Os dois foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, também na Penha, onde o motorista recebeu atendimento e foi liberado. A assessoria da parlamentar confirmou o caso e disse que ela tinha ido buscar a mãe, que mora no bairro, e estava indo à igreja.

sábado, 12 de janeiro de 2019

BOLSONARO QUER CLASSIFICAR ATAQUES NO CEARÁ COMO TERRORISMO


Torre foi derrubada por criminosos que espalham terror no Ceará há 12 meses.
Imagem: Reprodução TV Globo
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou as redes sociais para defender que as ações criminosas que  têm se repetido a 12 dias em cidades do Ceará sejam classificadas como terrorismo.


Bolsonaro citou a série de crimes no estado para cobrar a aprovação do projeto que amplia a Lei Antiterrorismo e  atualmente se encontra estacionado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.


"Ao criminoso não interessa o partido desse ou daquele governador. Hoje ele age no Ceará, amanhã em SP, RS ou GO. - Suas ações, como incendiar, explodir, ... bens públicos ou privados, devem ser tipificados como TERRORISMO . - O PLS 272/2016 do Sen Lasier Martins é louvável", escreveu o presidente.

O projeto citado pelo presidente propõe alterações na lei sancionada em 2016, como a inclusão na definição desse crime atos para “coagir o governo” a “fazer ou deixar de fazer alguma coisa, por motivação política, ideológica ou social”.
Críticos do projeto, como movimentos sociais, alegam que a redação proposta torna possível nova interpretação sobre manifestações populares, permitindo que ativistas sejam  criminalizados por terrorismo.

Quanto aos movimentos sociais, Bolsonaro também traçou paralelo entre organizações criminosas e grupos como o Movimento dos Sem-Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). O presidente citou a ação criminosa ocorrida na madrugada deste sábado (12) no município de Maracanaú, onde bandidos derrubaram uma torre de transmissão de energia.
"Ano passado (em pré-campanha) constatei que algumas torres de transmissão de energia, no estado do Pará, continham em média 200 pneus. O MST ameaçava tocar fogo caso fizessem reintegração de posse naquelas áreas. PCC, CV, .... CASO SE UNAM AO MST, MTST, ..... ??????", escreveu o presidente.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

EMPRESÁRIO MORTO A TIROS NA NOITE DESTA SEXTA (11) EM GARANHUNS

Foto reprodução: Internet
Foi assassinado no inicio da noite desta sexta feira (11) em Garanhuns, o empresário Alvaro Fernandes (foto), de 65 anos. Segundo informações, Fernandes foi atingido por diversos tiros na cabeça, quando finalizava o expediente no seu escritório de locação de tratores e máquinas escavadeiras, localizado na BR 423, em frente a empresa Monte Sinai Veículos

Segundo os primeiros levantamentos policiais, o empresário estava no Hall da empresa quando um indivíduo não identificado adentrou o local e efetuou diversos disparos que atingiram Álvaro na região da cabeça. 
Após ser informada, policiais civis e militares estiveram no local e imediatamente iniciaram as investigações, utilizando imagens de câmeras de segurança do local.

Álvaro Fernandes havia disputado algumas eleições em Garanhuns para os cargos de vereador, prefeito e Deputado estadual em pleitos anteriores, sem obter no entanto sucesso. O empresário Também foi diretor de um dos clubes de futebol da cidade e era figura sempre presente nos eventos sociais de Garanhuns.