sexta-feira, 19 de outubro de 2018

PRESIDENTE DA COMPESA É CONDENADO POR IMPROBIDADE EM PIRAPAMA

Roberto Tavares, presidente da Compesa (Foto: André Nery/JC Imagem)

O presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, foi condenado por improbidade administrativa por supostas irregularidades em contrato para a construção do sistema Pirapama, que atende, além de bairros do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho. Foram condenados também o ex-presidente da companhia João Bosco de Almeida e a ex-diretora de Engenharia Ana Maria Torres. As construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão e OAS ainda foram penalizadas.

O juiz Rodrigo Vasconcelos Coelho de Araújo, da 35ª Vara Federal em Pernambuco, apontou superfaturamento por sobrepreço e impropriedades em processo licitatório. O contrato investigado foi no valor de R$ 430.092.831,23, do total de R$ 479.011.238,66 inicialmente destinados ao projeto. Cálculos do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) usados no processo apontam sobrepreço de R$ 110.759.338,94, o que foi refutado pelos acusados.

A decisão foi tomada no dia 27 de julho de 2018.

OPERAÇÃO ABISMO DA POLÍCIA FEDERAL PRENDEU LULA CABRAL, PREFEITO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO

A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou na manhã desta sexta-feira, 19/10/2018, a Operação Abismo visando reprimir e desarticular um esquema de fraudes no instituto de previdência dos servidores de um município da região metropolitana de Recife/PE. As investigações tiveram início em março/2018 e segundo os dados coletados na investigação, que ainda se encontra sob sigilo, foram transferidos mais de R$ 90 milhões de reais do instituto - que antes se encontravam investidos em instituições sólidas – para fundos de investimento compostos por ativos “podres”, isto é, sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura, colocando em risco o pagamento da aposentadoria dos servidores do município.

As ordens judiciais de prisão e buscas estão assim distribuídas

Pernambuco: 18 MB, 02 MPT e 04 MPP; (Cabo, Sagueiro e Vitória)
São Paulo: 10 MB, 01 MPT e 05 MPP; (Jundaí e Guariba)
Rio de Janeiro: 10 MB, 06 MPT e 01 MPP; (Capital)
Paraíba: 01 MB; (Monteiro)
Distrito Federal: 01 MB;
Goiás: 01 MB, 01 MPT; (Goiânia e Anápolis)
Santa Catarina: 01 MB, 02 MPT;


MB: Mandado de Busca; MPT: Mandado de Prisão Temporária; MPP: Mandado de Prisão Preventiva;



No curso da investigação coletaram-se indícios de que a alteração na carteira de investimentos do Instituto de Previdência foi efetuada a mando do prefeito do aludido município, por meio de ingerência indevida na administração daquele órgão, em razão do oferecimento de vantagem indevida.


Ao todo, 220 policiais federais estão cumprindo 64 (sessenta e quatro) ordens judiciais sendo 42(quarenta e dois) mandados de busca e apreensão, 10 (dez) mandados de prisão preventiva e 12 (doze) mandados de prisão temporária, nos estados de Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. Estão sendo presos, empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que de uma forma tem participação com o esquema criminoso. As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados.


Os crimes que estão sendo imputados aos suspeitos são Lavagem de Dinheiro, Associação Criminosa, Crimes Financeiros, Corrupção Ativa e Passiva, cujas penas ultrapassam os 30 anos de reclusão. Os presos serão levados até a sede da Polícia Federal onde serão interrogados e logo em seguida irão ser encaminhados para os respectivos sistemas prisionais. Os presos de outros estados ficarão reclusos em sistemas prisionais de seus estados onde ficarão à disposição do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

DEPUTADO ELEITO FERNANDO RODOLFO, QUE ASSUMIRÁ CARGO EM 2019, JÁ MANTEVE CONTATOS POSITIVOS EM BRASÍLIA. GARANHUNS NA PAUTA.

Presidente da Câmara Rodrigo Maia (no centro à direita), recebeu na
residencia oficial o deputado eleito Fernando Rodolfo (PHS). 

Eleito com 52.824 votos , o jornalista garanhuense Fernando Rodolfo (PHS), parece empolgado com a atividade que deve assumir em Fevereiro de 2019. Na capital federal Brasília, desde o início desta semana, o futuro parlamentar que teve sua maior base eleitoral em Caruaru, onde obteve o maior percentual de votação mostra disposição para bater portas de gabinetes na Câmara Federal.

Inicialmente na quarta-feira (17), Fernando foi convidado para um almoço na residência oficial do presidente da Casa, Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) O encontro serviu para uma boa conversa acerca da cena política e conjuntura nacional. Os parlamentares também destacaram os investimentos para Pernambuco.

A prefeita de Caruaru Raquel Lyra, visitou a liderança do PHS
na Câmara.
A agenda seguiu em Brasília na sede da liderança do PHS, quando Rodolfo recebeu a prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB). O deputado eleito se colocou à disposição da prefeita para como parceiro na busca por recursos para o município do Agreste. “Estamos conseguindo emendas com alguns deputados que estão saindo. O momento é de arregaçar as mangas e trabalhar por Caruaru independente de quem está na prefeitura. Foi pra isso que o povo me elegeu “, disse.

Em conversa com o Ministro Kassab e o deputado federal André
de Paula (PSD)
Após o encontro com Raquel Lyra, Fernando Rodolfo foi recebido pelo deputado alagoano João Henrique Caldas (PSB/AL), que preside a Comissão do Fundef. Na pauta, a realização de uma audiência pública em Caruaru sobre a polêmica relacionada ao pagamento dos precatórios do antigo Fundef aos professores.

Em meio à visitas, uma parada no DNIT. Rodolfo foi recebido
pelo Diretor Geral do Órgão, José da Silva Tiago.
No começo da noite, Fernando Rodolfo foi ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, acompanhado do deputado federal André de Paula (PSD/PE) onde foi recebido pelo ministro Gilberto Kassab (PSD/SP). “Foi um dia muito produtivo. Não vou esperar fevereiro chegar pra tomar posse. Eu já estou com as mãos na massa e ansioso para devolver a confiança as pessoas”, finalizou Fernando.

PASSARELA PARA GARANHUNS

Em meio à visitas a parlamentares e ministro em Brasília, Fernando Rodolfo foi recebido também pelo Diretor Geral do DNIT, José da Silva Tiago. 

Na oportunidade, o deputado eleito protocolou e entregou em mãos um documento no qual solicita a construção de uma passarela no bairro de Manoel Chéu, obra que, se construída, certamente irá melhorar a acessibilidade e a segurança de transeuntes naquele setor.

Com informações da Assessoria do deputado Eleito. Fotos: Divulgação

PRISCILA KRAUSE PROTESTA CONTRA MANOBRA PARA AVALIAÇÃO DE METAS FISCAIS DO GOVERNO DO ESTADO


A democrata Priscila Krause continua realizando um intenso
trabalho de fiscalização das contas públicas do Governo do
Estado. (Fotos: Mariana Carvalho) 
A Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação da Assembleia Legislativa de Pernambuco reuniu-se extraordinariamente na manhã desta quinta-feira, com a presença do secretário da Fazenda, Marcelo Barros, para avaliar o cumprimento das metas fiscais do governo de Pernambuco no segundo quadrimestre deste ano. Na sessão ordinária, instantes antes, a deputada estadual Priscila Krause (DEM) protestou contra a convocação às pressas, já que os deputados que compõem a Comissão, como ela, foram avisados da pauta, via e-mail, às 17h37 da quarta enquanto a ata da reunião de Finanças, que acontece ordinariamente às quartas, só foi publicada na edição do Diário Oficial do Legislativo desta quinta.

De acordo com a parlamentar, a apresentação do Relatório de Gestão Fiscal em audiência pública na Assembleia Legislativa é determinada pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e deve seguir os ritos de transparência e publicidade para que, enfim, a sociedade tenha conhecimento e possa se programar para acompanhar momento tão importante do cumprimento do dever constitucional do Legislativo. “Isso afronta o que estabelece a Lei, que preconiza a publicidade dos números e o diálogo entre sociedade, Governo do Estado e Poder Legislativo”, registrou. Ela lembrou, por exemplo, que além de não ter tempo hábil de preparar os questionamentos mais específicos direcionados ao secretário, a participação da imprensa fica limitada, visto que não há divulgação antecipada da agenda.
No colegiado, Priscila solicitou questão de ordem antes da fala do secretário e protestou novamente contra a falta de programação prévia para a realização de agendas como aquela, “absolutamente previsíveis e cuja garantia de oportunizar a participação de todos é fundamental”.

Em relação aos dados apresentados, a deputada estadual questionou o secretário da Fazenda a respeito da perspectiva para o encerramento do ano quanto ao comprometimento das despesas com pessoal do Poder Executivo em relação à Receita Corrente Líquida (RCL). De acordo com ela, no segundo quadrimestre de 2017 esse índice era de 47,09%, enquanto esse ano, no mesmo período, a relação alcançou o índice de 47,38%.

Em 2017, o último quadrimestre – quando é pago o 13º salários aos servidores – registrou evolução desse parâmetro para 48,97%, o que levaria a uma preocupação real de, ao final desse ano, o índice ultrapassar o limite total, que é de 49,00%. “O ano passado nós tivemos, no último quadrimestre, um aumento de receita por conta da arrecadação extra do programa de financiamento da dívida, o PERC, que não se repete esse ano. Então é preciso ficar alerta porque a arrecadação normal precisa de um crescimento muito significativo, ao contrário a tendência é de ultrapassarmos o limite total de comprometimento da receita com a folha”, registrou Priscila.

A parlamentar também anunciou que nos últimos dois meses da atual administração, seu gabinete estará atento para o cumprimento das normas fiscais determinadas em lei para a conclusão dos mandatos. As normas fiscais que delimitam questões como caixa líquido à disposição para a nova gestão independem de quem será o governador a partir de janeiro, sendo consideradas exatamente da mesma forma para casos de reeleição.

DANIEL DA SILVA SERÁ O NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GARANHUNS

Daniel assumirá em Janeiro de 2019 o cargo ora ocupado
pela Vereadora Carla de Zé de Vilaço (PTB) 
Com dez votos dos seus pares na Câmara Municipal de Garanhuns, o veterano vereador Daniel da Silva (PSC), foi eleito o novo presidente daquela casa legislativa, que deve assumir para o Biênio 2019/2020.

Daniel substituirá a Vereadora Carla de Zé de Vilaço (PTB) e assim com a atual presidente pertence à base aliada do Prefeito Izaías Régis, ao qual mesmo antes da eleição já prometia lealdade porém com a independência que a sua função exige.

A partir de 1º de janeiro de portanto a mesa diretora da Câmara Municipal de Garanhuns terá a seguinte configuração:  PRESIDENTE: DANIEL DA SAÚDE;  VICE-PRESIDENTE; GIL PM; 1º SECRETÁRIO LUZIA DA SAÚDE;  E 2º SECRETÁRIO PROFESSOR MÁRCIO.
Os demais candidatos que concorreram foram: Alcindo Correia, Gersinho Filho e Audálio Filho.

COMO O CANDIDATO BOLSONARO JÁ MEXE NA ECONOMIA DE MUITOS BRASILEIROS

As camisetas tornaram-se uma marca da campanha do presidenciável e
e vem sendo solicitadas pelos simpatizantes do político.

A economia no país já vem sentindo algumas sutis mudanças com o encaminhamento da campanha presidencial. Alta na bolsa e queda no dólar por exemplo, já vem fazendo diferença no dia a dia de quem lida com a moeda estrangeira por exemplo, como agencias de viagens e comerciantes de produtos cuja importação é matéria prima necessária. 

e nesta reta final de campanha, os militantes voluntários do Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSL) se mobilizam em todo o país para garantir uma chegada vitoriosa do candidato, como prenunciam as pesquisas recentes que apontam o capitão reformado do exército como líder absoluto nos levantamentos, enfrentando o candidato petista Fernando Haddad , ex prefeito de São Paulo.

Em Garanhuns, cidade emblemática por ser berço do ex presidente Lula, - que atualmente cumpre pena em Curitiba - , a campanha ‘bolsonarista’ desde o 1º turno vem tomando grandes proporções e proporcionando aquecimento econômico em alguns setores, como combustíveis e malharias.

A produtora de moda, atuante no segmento de estamparia, Aryanne Paes, por exemplo, que trabalha produzindo camisetas exclusivas sob encomenda na sua grife
Aryanne comemora o aquecimento das vendas da
sua griffe, com a campanha eleitoral
Damanu T-Shirt’, declarou que os pedidos do produtos com imagem alusivas ao candidato Bolsonaro cresceram muito, principalmente às vésperas da eleição no 1º turno e após o atentado em Minas Gerais, que quase tira a vida do mesmo. 
A profissional frisou que foi obrigada a cancelar muitos pedidos por não existir tempo hábil para produção e pela escassez da malha na cor amarela - preferida pelos eleitores -.

Mesmo após o 1o turno das eleições, Aryanne acrescentou que ainda existem pedidos para o segundo turno e que muitos simpatizantes do político ainda solicitam o material com novas estampas, utilizando novos 'memes' que surgiram já nesse período.

Ela ainda salientou que não tem preferencia política,e que a sua marca está aberta a impressão de estampas de quaisquer viés ideológico, mas que outros eleitores não manifestaram interesse na produção das camisetas. Alguns poucos pedidos feitos de camisetas para o candidato Haddad, por exemplo, chegaram a ser produzidos mas, inexplicavelmente os clientes não foram buscá-las e nem efetuaram o devido pagamento, o que causou pequenos prejuízos à produtora.

Em um ambiente de alta rejeição aos políticos, detectado nas pesquisas que antecederam os embates desse pleito, o fato das pessoas estarem literalmente 'investindo' na campanha, comprando camisetas, 'queimando' combustível em carreatas e manifestações de um político, já torna-se por sí só, uma atitude inusitada, . 

CARREATA


E o movimento pró Bolsonaro em Garanhuns também está preparando mais uma Carreata voluntária. Semelhantemente ao evento realizado para o 1º turno, a movomentação terá concentração nas proximidades da desativada casa de eventos Metroplaza, neste sábado 20 de Outubro, a partir das 15 horas. Segundo o apelo dos organizadores, os simpatizanetes devem participar do evento “de carro, motocicleta, bicicleta, carrinho de rolimã, patinete, skate ou à pé”.

Segundo Marcelo Torreão, um dos apoiadores de 1ª hora do candidato do PSL em Garanhuns e que também pediu votos para os candidatos a deputado estadual Tiago Paes e Federal Fernando Rodolfo (este ultimo eleito com mais de 52 mil votos), o movimento Pró Bolsonaro quer mostrar ao Brasil que apesar de Garanhuns também ser conhecida como a terra de um ex presidente da República, não existe apoio da população aos atos danosos produzidos pelo gestor petista e que a esperança voltou a brilhar para o povo com a possibilidade de uma guinada ‘à direita’.