quinta-feira, 27 de julho de 2017

CHICO CÉSAR,LUCY ALVES : CONFIRA TODA PROGRAMAÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA DO FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS






O palco Mestre Dominguinhos recebe na noite desta quinta-feira um dos maiores compositores e intérpretes da MPB contemporânea, o paraibano Chico César. Ele sobe ao palco às 23h30 para apresentar os maiores sucessos de sua carreira, além do repertório de seu mais novo trabalho, o disco Estado de Poesia, gravado na Paraíba, com diversos músicos locais. 

Lucy Alves antecede o show do conterrâneo, subindo ao palco às 22h20. Na apresentação, ela mistura o tradicional e o contemporâneo com um repertório que vai de clássicos como Lamento sertanejo à recém-lançada Caçadora. No show, Lucy toca não só a sanfona que a consagrou, como violino, seu primeiro instrumento, guitarra baiana, bandolim e escaleta.


Show inédito, o Projeto Setenta com Sete celebra os 70 anos de gravação da música Asa Branca, reunindo sanfoneiros de diferentes gerações a partir das 21h, sob a direção musical de Beto Hortis. Participam do show Waldonys (CE), Chambinho (SP), Meninão (RJ), Adelson Viana (CE), Agostinho do Acordeon (PE), Mahatma (PE) e Terezinha do Acordeon (PE). De Garanhuns, Mourinha do Forró abre o palco Mestre Dominguinhos às 20h.

Cultura popular – Tem forró também no coração do Festival de Inverno de Garanhuns. A partir do meio dia, até ás 14h, o palco recebe o projeto Roda de Sanfona II. A tarde tem ainda urso, caboclinho, boi e coco. O palco encerra no começo da noite do jeito que começou, com o Forró do Matulão do Mestre Grimário.
Palco Pop – Dando continuidade às comemorações dos 20 anos do primeiro disco, Agora tá valendo, a banda Devotos fecha a noite no palco Pop com punk e hardcore. O show começa às 20h20. Antes, o público confere a banda de rock caruaruense Alkymenia, às 18h, e o death metal da banda paulista Sinaya, às 19h.

Circo – Em parceria com o Consulado-Geral da França no Recife, a Secult-PE  e a Fundarpe promovem, às 18h, um debate na lona de circo armada no Parque Euclides da Cunha. Com as participações de Alban Warret (FRA), Williams Santana (PE) e Maria Paula Costa Rêgo (PE), e mediação de Zezo Oliveira (PE), a atividade discutirá o tema: "Circo: processos criativos no Brasil e na França", e terá como objetivo mostrar a experiência e a vivências dos artistas nos dois países.

Literatura – A Praça da Palavra Hermilo Borba Filho recebe a partir das 20h o lançamento do livro “O Reino Encantado”, de 1878, de Alencar Araripe Júnior. A reedição foi organizada pela especialista e pesquisadora Débora Cavalcante de Moura, que participa de bate-papo com Paula de Melo e Betânia Pedrosa Monteiro.
O Festival de Inverno de Garanhuns é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, e conta também com a parceria da Prefeitura de Garanhuns e apoio da CEPE Editora, Sesc e Sebrae, além do Virtuosi e do Conservatório Pernambucano de Música. Confira a programação completa e atualizada no site oficial: www.cultura.pe.gov.br/fig2017.

Confira abaixo a programação completa desta quinta-feira

Palco Mestre Dominguinhos
20h – Mourinha do Forró
21h – Projeto Setenta com Sete (PE) – Waldonys (CE), Chambinho (SP), Meninão (RJ), Adelson Viana (CE), Agostinho do Acordeon (PE), Mahatma (PE) e Terezinha do Acordeon (PE)
22h20 – Lucy Alves (PB)
23h30 – Chico César (PB)
Palco Pop18h – Alkymenia
19h – Banda Sinaya (SP)
20h20 – Devotos
Som na Rural
Parque Euclides Dourado
21h20 – Camarones Orquestra Guitarrística (RN)
Palco de Cultura Popular Ariano Suassuna
12h às 14h – Roda de Sanfona II
13h – Urso da Peleja
14h – Caboclinhos Canindé de Camaragibe
15h – Boi Dourado de Limoeiro
16h – As Kalinas
17h – Boi Maracatu
18h – Coco Raízes do Capibaribe
19h – Forró do Matulão do Mestre Grimário
Palco Instrumental
17h – Estação Brasil
18h – Aglaia Costa
19h – Hugo Linns
20h – Nicolas Krassik (RJ)
Palco Forró
22h – Zelyto Madeira
23h – Terezinha do Acordeon
0h – Cesar Amaral
Palco Mamulengos e Pontos de CulturaLocal: Parque Euclides Dourado
15h – Sementes da Brincadeira: As Presepadas de Benedito brincando de Babau nos domingos de João Redondo
16h – Mamulengo Riso das Crianças
17h - Sertão Maracatu - Batuque Nagô (Ponto de Cultura Orquestra Sertão)
Programa do XIII Virtuosi na Serra (Catedral)16h – Grupo Instrumental Brasil
21h – Duo Paula Bujes & Pedro Huff (CD Afluências)
ARTES CÊNICAS
CIRCO 16h – Mostra de Números Tradicionais Cooperação Internacional França-Brasil

18h – Debate "Circo: processos criativos no Brasil e na França", com as participações de Alban Warret (FRA), Williams Santana (PE) e Maria Paula Costa Rêgo (PE), e mediação de Zezo Oliveira (PE).
DANÇA18h – Enchente
Flávia Pinheiro (PE)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
2ª MOSTRA DE TEATRO ALTERNATIVO
22h – Delicado
Coletivo Grão Comum (PE)
Local: Galeria Galpão
AUDIOVISUALCine Eldorado
18h20 - Longa-metragem Nacional
Era o Hotel Cambridge (Drama, 99 minutos, 2017, Brasil), de Eliane Caffé Classificação: 12 anos
DIÁLOGOS (SESC)
Galeria Galpão
16h - "Conversas para adiar o fim do mundo" - Bené Fonteles
“O que sobra e o que falta na poesia”, com Bráulio Tavares, Adiel Luna e Rouxinol
Pereira
LITERATURAPraça da Palavra Hermilo Borba Filho
9h – Intervenção e Performance | A Chegada de Godot (Ou O Distribuidor de Poemas), com Luiz Manuel (PE)
10h – Colcha de Retalhos | Jackeline Brasileiro Nascimento (Secretaria Municipal de Educação e Editora IMEPH)
10h10 – Mulheres Entre Prosas, Versos e poesias | Afra Flora S. Andrade, Edilene S. Cordelista, Jackeline Brasileiro, Verônica Costa (Secretaria Municipal de Educação e Bibliotecas)
10h40 – As aventuras da leitura | Cia de Arte Alese de Aracajú
11h20 – Strega Nona, a Avó Feiticeira | Cinthia Nayara (Secretaria Municipal de Educação e Editora IMEPH)
11h40 – Feitosa e Costa Contam Causos | Verônica Costa e Sheylla Feitos (Secretaria Municipal de Educação e Editora IMEPH)
12h às 14h – Atividades da GRE
A Paixão de Cristo contada em cordel, um curta-metragem (EREM João Fernandes )
14h – Saraus em Pasárgada
15h – FILIG no FIG, conversa com a escritora e ilustradora Rosinha (PE)
16h – Contação de Histórias com Origamis, com Irene Tanabe (SP)
17h – Vida e Obra de Hermilo Borba Filho: João Denys conversa com Leda Alves (Cepe Editora)
18h – Leitura Dramatizada da obra “A Moça do Trapézio” de Luís Jardim, com o Grupo de Teatro do SESC Garanhuns
19h – Memórias de Luís Jardim, Ivonete Batista conversa com Luiz Afonso Jardim (SESC – PE)
20h – Lançamento do Livro “O Reino Encantado”, de 1878, de Alencar Araripe Júnior, em uma reedição organizada pela especialista e pesquisadora Débora Cavalcante de Moura, que bate-papo com Paula de Melo e Betânia Pedrosa Monteiro.

PLATAFORMA FIG
Garanhuns Palace Hotel
11h às 12h30 - Mesa “Circuito de festivais, como fazer parte”
Mediação: Fabricio Nobre (Bananada – GO)
Convidados:
– Paola Wescher (Popload – SP)
– Zé Ricardo (Rock in Rio)
– Márcio Caetano (Dragão do Mar-CE)
14h às 15h30 - Mesa “Chegamos no digital, consumindo mais vinil”
Mediação: Rafael Cortes (Assustados Discos)
Convidados:
- Heloisa Aidar Pripas (Pommelo, Brisa) | Distribuição física e edição
- Fábio Silveira (Alfafonte) | Distribuição digital
- Pablo Rocha (Noize Record Club)
16h às 18h - Speed Meetings
Com: Fernando Zugno (Festival POA em Cena – POA) | Antônio Amaral (Revista Rolling Stones)| Eduardo Porto (Festival Contato) | Renata Simões (Jornalista) | Representante do SESC

PROJETO OUTRAS PALAVRAS
13h às 17h – Conversa com o escritor Sidney Rocha, vencedor do Prêmio Jabuti de
Literatura (2012) + Participação de Adiel Luna
Local: EREM Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Capoeiras)
Outras escolas envolvidas: EREM Luiz Pereira Júnior (Caetés)


-- 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Cultura de Pernambuco
Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco - Fundarpe
(81) 3184.3118 / 3107

POLÍCIA PRENDE MÉDICO SUSPEITO DE INTEGRAR QUADRILHA QUE EXPLODIA BANCOS EM PERNAMBUCO.

Conhecido como O "Senhor das armas do Agreste",  o médico Wellington Martins, que reside em Caruaru, no Agreste Setentrional do Estado também foi preso em 2015, com cerca 65 armas, 20 mil munições, material utilizado para cometer homicídios e assaltos a carros fortes.

A acusação que recai sobre Wellington Martins dos Santos, é de que o mesmo auxiliou clandestinamente um dos integrantes da organização criminosa que foi baleado em um confronto com a polícia, em Garanhuns, no Agreste Meridional do estado e foi atendido pelo médico em Timbaúba, na Zona da Mata Norte. De acordo com informações da polícia, o atendimento se deu dentro de um veículo, naquele município. 

A justiça decretou a prisão preventiva do suspeito por entender que ele não apenas prestou atendimento médico, mas que essa era a função dele no grupo.
Segundo o delegado João Gustavo Godoy, ficou provado que esse médico era o profissional específico que atendia os bandidos que o procuravam. 

A organização criminosa que o médico faz parte , foi investigada durante a operação "Capitania" deflagrada pela polícia em maio deste ano e teve como objetivo desarticular a quadrilha com atuação em Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Ceará e Rio Grande do Norte. Ao todo, 13 suspeitos foram presos. 

NOVA OPERAÇÃO DA LAVA JATO PRENDE EX PRESIDENTE DA PETROBRÁS E DO BB - PERNAMBUCO É ALVO DESSA FASE


PF prende ex-presidente do BB e da Petrobrás
O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine foi preso na 42ª fase da Operação Lava Jato deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (27) no Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Bendine foi preso em Sorocaba.
Um representante de Bendine - o publicitário André Gustavo Vieira da Silva - também é um dos alvos de prisão.
A atual fase foi batizada de Cobra e cumpre três mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão. A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo ou convertida para preventiva, que é quando o investigado não tem prazo para deixar a prisão.
Segundo depoimento de delação feito por Marcelo Odebrecht e Fernando Reis, Bendine solicitou e recebeu R$ 3 milhões para auxiliar a empreiteira em negócios com a Petrobras. Conforme os delatores, o dinheiro foi pago em espécie através de um intermediário.
A nova fase também mira operadores financeiros suspeitos de operacionalizarem o recebimento dos R$ 3 milhões. Aparentemente, de acordo com a PF, estes pagamentos somente foram interrompidos com a prisão de Marcelo Odebrecht.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), há evidências indicando que, numa primeira oportunidade, um pedido de propina no valor de R$ 17 milhões foi realizado por Aldemir Bedine à época em que era presidente do Banco do Brasil, para viabilizar a rolagem de dívida de um financiamento da Odebrecht AgroIndustrial.
"Marcelo Odebrecht e Fernando Reis, executivos da Odebrecht que celebraram acordo de colaboração premiada com o Ministério Público, teriam negado o pedido de solicitação de propina porque entenderam que Bendine não tinha capacidade de influenciar no contrato de financiamento do Banco do Brasil", disseram os procuradores.
Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.
Investigações
Em 2015, Bendine era braço direito da então presidente Dilma Rousseff. E deixou o banco com a missão de acabar com a corrupção na petroleira, alvo da Lava Jato. Mas, segundo os delatores, ele já cobrava propina no Banco do Brasil, e continuou cobrando na Petrobras.
O pedido de propina, segundo os delatores, foi feito em 2014, quando Aldemir Bendine era presidente do Banco do Brasil. Na delação de Fernando Reis, o ex-executivo da Odebrecht conta que foi procurado por um representante de Bendine, o publicitário André Gustavo Vieira da Silva, com uma queixa sobre o ministro da Fazenda Guido Mantega.

Gazetaweb

NEM REPRESENTANTE DA JUSTIÇA ESTÁ À SALVO: PROMOTOR É ASSALTADO AO SAIR DE BANCO NO CENTRO DO RECIFE

Promotor de Execuções Penais, Marcellus Ugiette 
Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
O promotor da Vara de Execuções Penais do Ministério Público de Pernambuco, Marcellus Ugiette, foi assaltado ao sair de um banco, no Centro do Recife, nesta quarta-feira (26). Ugiette sacou dinheiro na agência da Caixa Econômica Federal, que fica próxima ao Tribunal de Justiça e Palácio do Governo, e na saída foi abordado por um homem armado, que fugiu após o roubo.

O promotor contou que foi ao banco, por volta das 14h, efetuou um pagamento e sacou dinheiro, que guardou no bolso do paletó. Ao sair, ele estava falando no celular quando um homem se aproximou, fingindo conhecê-lo. Depois, o suspeito encostou uma pistola calibre 40 na barriga dele e anunciou o assalto.

“Eu ofereci meu celular e minha pasta, mas ele jogou no chão. Só queria o paletó. Tentei tirar, mas não consegui, e ele começou a me ameaçar. Quando fui tirar o dinheiro do paletó, parte caiu no chão e ele me fez apanhar, apontando a arma na minha cabeça. Certamente, alguém passou a informação, porque ele veio direto em mim”, disse.

Ugiette contou que o homem fugiu de carona em uma moto. Muito nervoso, ele aguardou dentro do agência para ser socorrido pelo Ministério Público. O caso foi depois registrado na 1ª Delegacia de Polícia.


“Isso [ser assaltado] pode acontecer comigo ou qualquer cidadão, por isso temos que repensar, no Brasil todo, uma política de segurança pública que foque também em políticas sociais, em inclusão social, em presídios que recuperem cidadãos e não os transformem em monstros, como acontece hoje. Só assim poderemos ter paz”, comentou. 

quarta-feira, 26 de julho de 2017

JANOT SOLICITA NOVO INQUÉRITO PARA INVESTIGAR SENADOR PERNAMBUCANO

O senador Fernando Bezerra Coelho - Marcos Oliveira / Agência O Globo

BRASÍLIA - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito para investigar o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) por suspeitas de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro. As acusações que embasam o pedido foram feitas por dois delatores da Odebrecht.

O pedido de Janot foi assinado na última segunda-feira e leva em conta o que afirmaram os delatores João Antônio Pacífico Ferreira e Carlos Fernando do Vale Angeiras. Bezerra, líder do PSB no Senado, já foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR), em outubro de 2016, por suposto recebimento de propina de pelo menos R$ 41,5 milhões em contratos da Refinaria Abreu e Lima.

Conforme o pedido de abertura de inquérito, a suposta propina foi paga a partir de contratos para obras do Cais V e do Píer Petroleiro no Porto de Suape. Além de Bezerra, que era secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado de Pernambuco, foi beneficiário da propina o então governador do Estado, Eduardo Campos, conforme os delatores. Campos morreu num acidente aéreo em agosto de 2014.

O suborno foi pago pelas empreiteiras Odebrecht, OAS e Andrade Gutierrez, segundo os delatores. O intermediário de Bezerra era Iran Padilha e o de Campos, Aldo Guedes, ex-diretor da Coopergás, conforme o pedido de abertura de inquérito. A propina equivalia a 3% do valor dos contratos – 1,5% para Bezerra e 1,5% para Campos.

No Cais V, o valor pago foi de R$ 2 milhões – 60% pagos pela Odebrecht e 40% pela OAS –, ainda segundo os delatores. O Píer Petroleiro também rendeu outros 3%. O dinheiro teria passado pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht – o departamento das propinas – e operacionalizado por uma casa de câmbio em Recife.

Janot pede ao STF que somente o caso de Bezerra, detentor de foro privilegiado por ser senador, permaneça no STF. Os demais casos devem ser remetidos à 4ª Vara Federal em Pernambuco, conforme pedido do procurador-geral.


Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/janot-pede-novo-inquerito-para-investigar-lider-do-psb-no-senado-21634227#ixzz4nzLD7N5l

FOTÓGRAFA TEM EQUIPAMENTO ROUBADO EM PLENO FIG E PEDE A POPULAÇÃO QUE A AJUDE A REAVÊ-LO

A crescente onda de violência em Garanhuns e em todo o Agreste continua fazendo vítimas. E dessa vez, o alvo foi a fotógrafa garanhuense Ayane Larissa, que teve seu equipamento de trabalho roubado na tarde dessa quarta feira (26), nas proximidades do Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcante.

De acordo com testemunhas, a profissional estava em plena atividade por volta das 16 horas, produzindo um registro fotográfico do festival de Inverno de Garanhuns, em plena luz do dia, quando o bandido se aproximou por trás e arrancou violentamente da vítima uma câmera profissional da marca Nikon, modelo D5200, (idêntica a da foto acima), que estava pendurada por uma alça no seu pescoço.

Ainda segundo as testemunhas, o bandido, que portava uma arma de fogo, ainda efetuou um disparo direcionado ao chão para intimidar a vítima e a ameaçou caso houvesse reação ou perseguição ao mesmo.

Abalada, Ayane foi acolhida por pessoas que passavam no local e se dirigiu a Delegacia de Polícia, onde prestou queixa dando informações acerca do equipamento.

Quem souber, avistar ou desconfiar de alguém que esteja tentando repassar  por um preço irrisório uma câmera com as características acima, deve entrar em contato com as Polícias Militar ou Civil, qualquer órgão de imprensa e denunciar.